Depressão: 11 alimentos para evitá-la

Depressão: 11 alimentos para evitá-la

Atualizado: Quarta-feira, 1 Dezembro de 2010 as 8:34

Segundo pesquisadores ingleses, um cardápio rico em gorduras aumenta o risco de depressão em 58%. Já quem come vegetais, frutas e peixes têm chances muito menores de apresentar os sintomas. Veja os alimentos que ajudam a combater esse mal.

Inclua em seu cardápio

1. Cereais integrais

Cheios de vitaminas do complexo B, ácido graxo ômega-3, triptofano e selênio, eles dão disposição.

2. Arroz integral

Ótima fonte de vitaminas B1 e B2 e ácido fólico, que reduzem o nível de uma das substâncias que causam a depressão (homocistina).

3. Atum, salmão e sardinha

O segredo dos asiáticos para ter os menores índices de depressão no mundo está no consumo de peixes. O ômega-3 e as vitaminas do complexo B funcionam como antidepressivos naturais.

4. Repolho e couve

Ricos em vitamina C e ácido fólico, nutrientes que aliviam o estresse, o desânimo e a tristeza, além de evitar várias doenças cardíacas.

5. Castanha-do-pará

Fonte de selênio, turbina a atividade cerebral e afasta a depressão.

6. Abóbora

Esse alimento é um dos segredos do bom humor, já que contém altas doses de ferro e vitamina B6, necessários para converter o açúcar no sangue em glicose, o combustível do cérebro.

7. Grão-de-bico

Ele aumenta a produção de serotonina, o hormônio responsável pelo bem-estar.

8. Leite e iogurte desnatados

O cálcio contido nesses alimentos atua no controle da irritação.

9. Frutas

Maçã e laranja fornecem ácido fólico, considerado a vitamina da alegria. Limão, mamão, banana, abacate, melancia, e tangerina são conhecidos como agentes do bom humor.

10. Verduras escuras

Contêm magnésio, substância que renova o pique.

11. Alface

O talo tem lactucina, substância que funciona como calmante.

Caia fora destes!

O consumo excessivo de açúcares e cafeína eleva momentaneamente a serotonina no cérebro, mas logo gera um aumento da ansiedade e da depressão.

Você sabia?

Pesquisas científicas constataram que a pimenta vermelha tem ação no sistema nervoso, aumentando a liberação de noradrenalina e adrenalina, ambas responsáveis pelo estado de alerta e melhora de ânimo em pessoas deprimidas. Mas coma o ardidinho com moderação.

veja também