MENU

Saúde

Desidratação causa desconcentração em motoristas

Segundo especialistas, beber pouca água prejudica concentração no trânsito

Fonte: Guiame, com informações de Minha VidaAtualizado: quinta-feira, 30 de abril de 2015 15:04
Não beber água causa desidratação
Não beber água causa desidratação

A falta de água em nosso organismo traz diversos efeitos. Uma delas, é a falta de concentração, principalmente em motoristas em trânsito. É o que diz um estudo realizado pela Universidade de Loughborough, onde revela que o efeito da desidratação é o mesmo que estar sob efeito de álcool.

Os resultados foram publicados na edição de abril da Physiology & Behavior, revista oficial da International Behavioral Neuroscience Society.

Para chegar a conclusão, foram realizados uma série de testes ao longo de dois dias em condutores do sexo masculino, utilizando um simulador de condução. Durante o teste de hidratação normal, houve 47 incidentes de condução, mas quando os homens estavam desidratados esse número aumentou para 101 - semelhante ao que se poderia esperar de alguém dirigindo sob a influência de drogas ou álcool. Os erros incluíram frear tardiamente, cruzar a faixa sem sinalizar ou atravessar um cruzamento sem observar as outras pistas.

Os participantes beberam 25 ml (um par de goles) de álcool por hora, em vez dos 200 ml (um terço de um litro) recomendados. Para efeito de comparação, os erros cometidos pelos homens que estavam desidratados são de uma magnitude semelhante à encontrada em pessoas com 0,08% de teor alcoólico no sangue, o limite máximo para condução no Reino Unido. Em outras palavras, motoristas que estão devidamente hidratados cometem o mesmo número de erros daqueles que estão sob o efeito do álcool. 

Os pesquisadores ainda esclarem que, não há dúvida de que a condução sob a influência de álcool ou drogas aumenta o risco de acidentes, mas os resultados destacam um perigo desconhecido. Muitos motoristas evitam beber em viagens longas para minimizar paradas de banheiro, por exemplo, e mesmo a desidratação leve pode causar sintomas como dor de cabeça, cansaço e letargia, que não combinam com direção. Dessa forma, tão importante quanto estar sóbrio ao volante é se certificar de estar bem hidratado.

 

 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições