Diferenças: Depressão, transtorno de ansiedade ou transtorno de pânico?

Diferenças: Depressão, transtorno de ansiedade ou transtorno de pânico?

Atualizado: Quinta-feira, 24 Fevereiro de 2011 as 8:14

Os transtornos a seguir se caracterizam por sintomas que algumas vezes podem ser acompanhados do aperto no peito:

- Depressão: ela é fruto de um desajuste em substâncias químicas que conduzem informações entre os neurônios — chamadas de neurotransmissores — e desencadeia alterações emocionais e físicas. Tristeza, baixo autoestima, pensamentos de morte, distúrbios do sono, fadiga, dificuldade de concentração e falta de apetite são alguns dos sinais mais frequentes.

- Transtorno de ansiedade: também ligado à disfunção de neurotransmissores, gera uma preocupação excessiva diante de situações do cotidiano, como uma entrevista de emprego ou um evento social. Quem sofre do problema costuma ter pensamentos inquietantes e exagerados, temendo um desfecho ruim para o futuro. Palpitações, falta de ar e alterações de sono podem completar esse quadro.

- Transtorno de pânico: em geral, eclode em ataques súbitos, decorrentes de uma ansiedade exacerbada, não necessariamente com um gatilho pontual. Falta de ar, tremores, taquicardia, sudorese aumentada e vertigem levam o paciente a ter uma sensação de medo e de morte iminente.

veja também