Doença rara faz seus portadores pensarem que são fedidos

Doença rara faz seus portadores pensarem que são fedidos

Atualizado: Segunda-feira, 31 Maio de 2010 as 8:36

Um distúrbio psiquiátrico raro, chamado de Síndrome de Referência Olfativa, faz com que seus portadores pensem que estão exalando um odor ruim, quando, na verdade, isso não acontece. O estudo foi apresentado durante o encontro anual da Associação Americana de Psiquiatria, que ocorreu essa semana em Nova Orleans, no Estados Unidos.

Para descobrir as características comuns do distúrbio, a psiquiatra Katharine Phillips, da Universidade Brown e do Hospital de Rhode Island, acompanha vinte portadores da doença. A idade média dos pacientes é de 33 anos, sendo que 12 são mulheres.

De acordo com Katharine, os pacientes imaginam que suas axilas, boca e genitais estão mal-cheirosos. Por causa desses delírios, os pesquisadores descobriram que os pacientes acabam se isolando em casa, onde elas tomam banho e lavam suas roupas compulsivamente.

Além disso, os portadores da síndrome gastam em média oito horas por dia pensando em seu odor imaginário. Muitos ficam se cheirando e se lavando repetidamente, chegando a usar um sabonete inteiro em apenas um dia.

Metade dos pacientes muda de roupa diversas vezes ao longo do dia e quase todos usam produtos como desodorante, pós e perfumes. Um dos pacientes chegou até a beber um perfume.

- O sofrimento desses pacientes pode ser muito intenso.

Estudos recentes mostraram que dois terços dos pacientes já pensaram em cometer suicídio, cerca de um terço deles chegaram a tentá-lo e mais da metade foram hospitalizados.

A síndrome é conhecida há mais de um século, mas ainda não é um distúrbio reconhecido nem se sabe quantas pessoas são portadoras.

Os pesquisadores ainda não sabem se algum medicamento ou outro tipo de tratamento são eficazes contra a síndrome. Mas a psiquiatra afirma que a terapia tem ajudado em alguns casos.

veja também