Efeito Sanfona: os problemas de viver engordando e emagrecendo

Efeito Sanfona: os problemas de viver engordando e emagrecendo

Atualizado: Quarta-feira, 30 Setembro de 2009 as 12

Quem nunca fez uma dieta super rigorosa em uma semana e na outra comeu tudo o que via pela frente só porque estava com uns quilinhos a menos? Pois é, esta é a causa do famoso "efeito sanfona", em que pessoas vivem aquele constante "emagrece e engorda". O que muitos não sabem é que isto pode ser extremamente prejudicial à saúde e, é claro, ao corpo.

"O efeito sanfona é a perda e ganho repetidos de peso. Alguns estudos comprovam que as pessoas que ficam variando as sua medidas são mais vulneráveis a algumas doenças. O que se sabe é que o efeito psicológico pode ser negativo, desestimulando o indivíduo a continuar a dieta", explica a nutricionista Lílian Assis.

Apesar de parecer clichê, muita gente ainda não quer acreditar que para emagrecer é preciso comer bem, ou seja, fazer uma reeducação alimentar, onde você consegue nutrir o seu corpo com todos os nutrientes necessários, sem exagerar nas calorias e na gordura.

"Geralmente as pessoas fazem uso de dietas da moda (proteína, sopa, lua...). Perdem peso rapidamente e depois passam por períodos sem restrição alguma. Isto não é reeducação alimentar! E só a escolha dos alimentos corretos é que pode fazer com que o peso perdido não seja recuperado. Além disso, estas variações podem levar à uma alteração do metabolismo, influenciando o armazenamento de energia", destaca ela.

Contudo, Lílian alerta: "Cuidado para não confundir o efeito sanfona com a variação normal de peso ao longo do dia. Dependendo da temperatura e do esvaziamento do seu intestino, por exemplo, a variação de peso pode chegar a dois quilos!".

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também