Especialistas começam a analisar se OMS exagerou em alerta sobre a gripe

Especialistas começam a analisar se OMS exagerou em alerta sobre a gripe

Atualizado: Segunda-feira, 12 Abril de 2010 as 12

Um comitê de especialistas iniciou nesta segunda-feira (12), em Genebra, um exame sobre a gestão internacional da gripe A (H1N1), popularmente conhecida como suína que fez a OMS (Organização Mundial da Saúde) ser alvo de inúmeras críticas. A diretora-geral da OMS, Margaret Chan, disse na abertura dos debates que a ideia é "saber o que funcionou bem".

- Queremos saber o que funcionou bem. Queremos saber o que não funcionou e por que. Queremos saber o que poderia ser melhorado e como.

O comitê, formado por 29 especialistas de 28 países, é uma resposta da OMS às acusações de ter exagerado na ameaça da primeira pandemia (epidemia de grande alcance geográfico) do século 21, influenciada pelos laboratórios farmacêuticos, o que levou 193 países a comprar muito mais vacinas que era necessário.

Os especialistas, que devem entregar seu primeiro relatório antes de maio, falam sobre uma questão importante: a dificuldade de avaliar a força de uma doença contagiosa levando em conta o número de mortes causadas pelo vírus, e não apenas por sua expansão geográfica.

Em junho de 2009, dois meses depois de sua descoberta no México e Estados Unidos, a OMS declarou que este novo tipo de gripe era uma pandemia, baseando-se em sua rápida expansão em vários locais.

O vírus H1N1 causou 17.700 mortos confirmados em laboratório em mais de 200 países e territórios, segundo a OMS, um volume muito menor do que o registrado pela gripe tradicional.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também