Estresse leve pode estimular cérebro do feto

Estresse leve pode estimular cérebro do feto

Atualizado: Segunda-feira, 12 Abril de 2010 as 12

Estresse alto durante a gravidez é ruim, mas o estresse moderado pode ajudar a desenvolver o cérebro do feto.

Estudos em roedores sugerem que o estresse durante a gestação inibe o crescimento neural, e sabe-se crianças de mulheres que viveram em zonas de guerra durante a gravidez têm alto risco de desenvolver esquizofrenia.

Mas, para investigar os efeitos do estresse moderado em humanos, Janet DiPietro e seus colegas na Universidade Johns Hopkins, em Baltimore, Maryland (EUA), avaliaram 112 grávidas que moram nos Estados Unidos.

Os exames foram realizados três vezes durante o terceiro trimestre da gestação. Os pesquisadores questionaram as mulheres sobre seus níveis de estresse e registraram movimentos fetais. Eles também examinaram os bebês duas semanas após o nascimento.

As mulheres que afirmaram sofrer mais de estresse durante a gravidez tinham bebês que se mexiam mais na barriga. Após o nascimento, essas crianças tiveram pontuação mais alta em testes de maturidade cerebral --mas também eram mais irritáveis. Os fetos mais ativos também tinham melhor controle dos movimentos corporais após o nascimento.

O cortisol, hormônio do estresse, está relacionado à maturação do cérebro, o que pode ajudar a explicar esse resultado.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também