Estresse pode causar morte de células cerebrais

Estresse pode causar morte de células cerebrais

Atualizado: Segunda-feira, 6 Julho de 2009 as 12

Um estudo feito por cientistas da USP, realizado em parceria com pesquisadores da Unifesp, revelam que o estresse  pode provocar inflamações em áreas importantes do cérebro.

Segundo os pesquisadores, nosso organismo reage a situações limites produzindo uma pequena quantidade de cortisol, hormônio capaz de funcionar como um potente anti-inflamatório natural. Entretanto, quando produzido em excesso, tal substância aciona a produção de uma proteína chamada transcrição Kappa B.

Quando o estresse chega ao seu nível máximo, a produção de cortisol aumenta e ativa três genes que causam a inflamação de áreas do cérebro como o hipocampo, região da massa cinzenta associada à memória, e do córtex frontal, responsável pelo raciocínio mais complexo.

Se não diagnosticada a tempo, tal inflamação pode provocar a morte das células das áreas comprometidas. Os danos causados pelo desaparecimento dessas células nervosas vão desde pequenos lapsos de memória até o desenvolvimento de doenças degenerativas, como os males de Alzheimer e Parkinson.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também