Estudo diz que aspirina reduz mortes por câncer

Estudo diz que aspirina reduz mortes por câncer

Atualizado: Quarta-feira, 8 Dezembro de 2010 as 8:19

Uma pequena quantidade de aspirina, ingerida diariamente, reduz consideravelmente o risco de morte por diversos tipos de câncer, como o de colo do útero e o de próstata. A informação é de um estudo divulgado nesta terça-feira (7).

Pesquisas anteriores já haviam mostrado que uma dose diária de 75 mg de aspirina, tomada durante um longo período, permite reduzir em mais de 30% o risco de morte por câncer de colo do útero. Nesse novo estudo, a equipe liderada pelo professor Peter Rothwell, da Universidade de Oxford (Reino Unido), concluiu que a aspirina reduz o risco de morte por diversos tipos de câncer.

Segundo os testes, que incluíram 25,5 mil pacientes, a ingestão de aspirina diariamente durante 20 anos reduz o risco de morte por câncer de próstata em cerca de 10%, de câncer de pulmão em 30%, de câncer de colo em 40% e de câncer de esôfago em 60%.

Segundo o professor Rothwell, os resultados não significam que todos os adultos devam tomar aspirina, mas revelam a importância do remédio na redução da mortalidade por câncer.

veja também