Estudo liga morte precoce de homens ao desemprego

Estudo liga morte precoce de homens ao desemprego

Atualizado: Quarta-feira, 11 Maio de 2011 as 10:09

Pesquisa realizada pela McGill University, do Canadá, revelou que o desemprego é a causa mais frequente de morte precoce de pessoas do sexo masculino.

Segundo o estudo conduzido pelo prof. Israelense Eran Shor, o fato de estar empregado – bem como a qualidade da ocupação – pode significar vida mais longa.

Usando técnicas de meta-análises, os pesquisadores demonstraram uma forte relação causal entre o desemprego e morte precoce – principalmente em homens. A taxa de mortalidade prematura de homens desempregados foi consideravelmente mais elevada (78%), do que para mulheres desempregadas (37%). O maior grupo de risco são homens abaixo dos 50 anos. Os pesquisadores também encontraram relação entre longevidade e o fato de as pessoas poderem exercer plenamente suas qualificações no cargo que ocupam.

veja também