Europa consome mais cocaína e menos maconha

Europa consome mais cocaína e menos maconha

Atualizado: Quinta-feira, 5 Novembro de 2009 as 12

O consumo de cocaína continua em plena ascensão na União Européia (UE), com a Espanha novamente na liderança, e nada parece indicar uma melhoria nos índices, enquanto o uso da maconha registrou um ligeiro recuo, de acordo com um relatório anual do bloco apresentado nesta quinta-feira em Bruxelas.

A cocaína continua a ser o "estimulante mais popular na Europa" e a droga mais consumida depois da maconha, enfatiza em um relatório o Observatório Europeu das Drogas e de Toxicodependência (OEDT), que inclui dados de 2007.

Segundo a pesquisa, 3,9% dos europeus, ou seja, quase 13 milhões de pessoas, já experimentaram a droga, que é produzida quase que exclusivamente na Colômbia, no Peru e na Bolívia.

Na Espanha, o principal país consumidor, a taxa sobe para 8,3% da população. Mais preocupante é o uso entre os jovens espanhóis entre 15 e 24 anos onde, segundo o Observatório, 9,3% já utilizaram cocaína pelo menos uma vez, atrás apenas dos britânicos.

"O consumo de cocaína na Europa está concentrado em poucos países: Dinamarca, Espanha, Itália, Irlanda e Grã-Bretanha", destaca o relatório do OEDT, que mostra que 22% dos consumidores foram submetidos, em 2007, a algum tipo de tratamento e que foram registradas pelo menos 500 mortes relacionadas a esta droga.

A cocaína e a heroína permanecem no centro do problema das drogas no continente e "não há sinais de uma melhoria da situação de risco", lamenta o OEDT.

O observatório ressalta ainda que os usuários de drogas quase nunca limitam o uso a uma única substância. O principal foco de preocupação para isso são os jovens, para quem aumenta o risco de "graves problemas".

Mas o OEDT também salienta alguns progressos, com o consumo de maconha. "Os novos dados confirmam um contínuo declínio, especialmente entre os jovens", e nos países da Europa Ocidental, na Croácia e na Eslovênia.

Quanto às apreensões, o relatório sublinha que em 2007 foram apreendidas, na Europa, um total de 859 toneladas de resina de maconha, 75% desse total na Espanha.

Neste país também aconteceram quase metade das apreensões de cocaína, que totalizaram 77 mil toneladas em 2007, uma queda considerável nas 121 toneladas do ano anterior.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também