Evento gratuito traz curiosidades sobre a aplicação prática das neurociências no cotidiano

Evento gratuito traz curiosidades sobre a aplicação prática das neurociências no cotidiano

Atualizado: Terça-feira, 12 Maio de 2009 as 12

Muita gente tem curiosidade para entender melhor o que significa "Neurociências" e o que isso tem a ver com a vida cotidiana. Muito utilizado hoje em dia, o termo engloba pesquisas nos diversos campos do saber sobre o sistema nervoso, desde mecanismos básicos de seu funcionamento até a interação mente e cérebro. O projeto Neuro - Ciências, Arte e Filosofia, realizado na Estação Ciência - USP, abordará um pouco dessas complexas interações e a maneira como elas refletem diretamente nas nossas emoções, percepções, gestos, memória, razão, aprendizado assim como aqueles que permitem e ampliam nossa sobrevivência e qualidade de vida. Serão 3 encontros gratuitos, um por mês, sempre com importantes e respeitados estudiosos da área.

As apresentações são feitas em tom coloquial e simples, voltadas exatamente para o público leigo e curioso por entender um pouco mais do que se passa dentro da mente humana.

Confira abaixo a programação completa, que inclui três eventos, sempre aos sábados às 15h: 16 de maio, 13 de junho e 15 de agosto.

Para obter mais informações ou efetuar inscrições, os interessados devem entrar em contato com o Setor de Eventos da Estação Ciência pelo telefone (11) 3675 8828 ou e-mail [email protected]

Confira a programação: 16 de maio: As vozes do cérebro: origens e perspectivas expressas em Ciência, Filosofia e Arte 

Maria Inês Nogueira - Prof. Associado do Laboratório de Neurociências, Instituto de Ciências Biomédicas da USP e Coordenador do Grupo Vivendo Ciência & Arte. O sistema nervoso evoluiu em complexidade por milhares de anos. Atingiu seu grau máximo nos primatas humanos. O conhecimento de sua ação permitiu verificar que ele, e não o coração, é a sede do pensamento, da alma. No final do Século XX, os anos 1990-2000 foram considerados a década do cérebro. O termo Neurociências engloba pesquisas nos diversos campos do saber sobre o sistema nervoso desde mecanismos básicos de seu funcionamento até a interação Mente e Cérebro. No tema proposto, é intenção abordar a organização geral do sistema nervoso e os mecanismos básicos subjacentes à motricidade, percepção, memória, aprendizado, razão, emoções, assim como aqueles que permitem e ampliam nossa sobrevivência e qualidade de vida.    

13 de junho: Emoções que adoecem: Modulações pela experiência de vida

João Palermo Neto - Professor Titular e Coordenador do Grupo Temático em Neuroimunomodulação, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo. Já na antiguidade, gregos como Hipócrates, relacionavam as doenças a estados emocionais. Embora estas observações tenham prevalecido ao longo do tempo e sejam de amplo conhecimento geral, apenas nos últimos anos - com o desenvolvimento da área de pesquisa em Neuroimunomodulação - foi que se mostrou de maneira científica a interferência dos estados mentais sobre a homeostase orgânica e, de modo inverso, a influência dos processos imunes/ inflamatórios sobre o comportamento.  Há um embasamento lógico para esta relação bidirecional de influências entre os sistemas nervoso central e imune: eles compartilham de neurotransmissores (moléculas encarregadas pela propagação dos impulsos nervosos entre os neurônios), citocinas (moléculas envolvidas com os fenômenos imunes e com a resistência orgânica às doenças), hormônios e receptores para estes neurotransmissores, hormônios e citocinas. A presente palestra analisará este relacionamento recíproco. Embasada em dados científicos clínicos, laboratoriais e/ ou experimentais mostrará as influencias de estados mentais como ansiedade, estresse, apreensão e depressão sobre células imunes, citocinas processos infecciosos e tumorais; mostrará, ainda, as alterações de comportamento que mais freqüentemente são induzidas pelas citocinas (comportamento doentio, por exemplo). Finalmente, discutirá o envolvimento destas citocinas com a depressão.

15 de agosto: Memória, Percepção, Imaginação, Inconsciente e Consciência

Gilberto Fernando Xavier - Prof.Associado do Laboratório de Neurociências, Instituto de Biociências da USP. A memória é um dos produtos mais fascinantes da evolução biológica. Ela proporciona a vantagem adaptativa da experiência prévia para a solução de uma diversidade de problemas que a sobrevivência impõe. Essa vantagem tem alcance maior que a simples realização de tarefas ou a lembrança de estímulos familiares; ela permite também gerar previsões baseadas em eventos passados, possibilitando antecipar eventos e direcionar a atenção para aspectos ambientais críticos e selecionar informações. Serão explorados os mecanismos de formação dos vários tipos de memória e da sua retenção no cérebro, bem como suas relações com a imaginação e a consciência.

Serviço:

Ciclo de Palestras Neuro - Ciências, Arte e Filosofia

Dias: 16 de maio, 13 de junho e 15 de agosto (sábados, sempre às 15h)

Local: Estação Ciência – Auditório "Ernst W. Hamburger"

End.: Rua Guaicurus, 1394, Lapa, São Paulo

Valor: grátis

Público-alvo: aberto a todos os interessados e curiosos

Informações e inscrições: (11) 3675 8828 / [email protected]

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também