Exercício rápido e vigoroso combate o estresse

Exercício rápido e vigoroso combate o estresse

Atualizado: Quarta-feira, 14 Julho de 2010 as 4:58

Investir em períodos curtos de exercício vigoroso - do tipo que faz você suar e aumenta seus batimentos - pode ajudar a amenizar os efeitos devastadores que o estresse tem sobre o envelhecimento celular, de acordo com um novo estudo da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.

A atividade física é responsável por reduzir um dos principais aspectos do envelhecimento celular: o encurtamento dos telômeros. Os telômeros são partes de material genético que se parecem com caudas e ficam nas extremidades das nossas células. No estudo, 63 mulheres idosas saudáveis foram divididas em dois grupos, o de sedentárias e o de ativas, com base em seus níveis de exercício durante um período de três dias. Muitas das mulheres eram cuidadoras de cônjuges ou pais com demência - o que indicava níveis de estresse.

Foi concluído que as mulheres que exerceram uma atividade física vigorosa breve - pelo menos 40 minutos durante o período estudado - tinham telômeros mais longos do que suas colegas inativas. Os autores concluem que 13 minutos de exercício vigoroso diário parece ser a quantidade mínima para obter esses benefícios.

Além disso, o estresse é ruim para o coração e faz você ficar cansado e abatido, tornando o organismo mais vulnerável a infecções. O tratamento psicológico e psiquiátrico do estresse é tão importante quanto 75 minutos de atividade vigorosa ou 150 minutos de atividade moderada, além de exercícios de levantamento de peso a cada semana, de acordo com os pesquisadores.

Já para afastar o perigo da hipertensão, aposte nas caminhadas. Uma pesquisa da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP), da USP, comprovou que a caminhada reduz a pressão arterial na primeira hora e, o que é melhor ainda, essa queda se mantém nas 24 horas subsequentes.

veja também