Exercícios para o equilíbrio

Exercícios para o equilíbrio

Atualizado: Sexta-feira, 2 Dezembro de 2011 as 2:29

Exercícios de equilíbrio são importantes em qualquer época da vida. Especialmente à medida que envelhecemos, porque um bom equilíbrio ajuda a evitar quedas. 

Nessa época da vida, quando os ossos são mais frágeis, as quedas podem causar fraturas, especialmente do quadril. A boa notícia é que muitas formas de exercício desafiam e melhoram o senso de equilíbrio. Exemplos incluem o tai chi, a ioga, danças e até exercícios de fortalecimento. 

Mas, quanto mais cedo começar, melhor preparado para a velhice você estará. Se você se exercita regularmente, é provável que não precise de outros exercícios de equilíbrio, mas mesmo assim experimente fazer alguns. Aqui estão sugestões:

1 - Faça desafios básicos todos os dias – Por exemplo, fique de pé e levante uma perna ou caminhe colocando os dedos de um pé a frente do calcanhar do outro pé. Se você estiver começando, segure-se em alguma coisa enquanto tenta fazer isso. Depois, o objetivo será conseguir fazer esses exercícios por mais tempo sem se segurar em nada ou com os olhos fechados.

2 - Dance - O equilíbrio exige leveza no andar e consciência do seu corpo e dos movimentos que ele faz. Que maneira melhor de aprender isso a não ser dançando? Inscreva-se em aulas de dança. Você obterá as vantagens físicas da dança e os benefícios emocionais e de estilo de vida da interação social.

3 - Saia da trilha - Caminhar em trilhas naturais desniveladas força você a pisar em cima ou ao lado de raízes, rochas e outros desafios. É a atividade perfeita para melhorar o equilíbrio.

4 - Faça mais exercícios movimentados - Esportes como futebol forçam os jogadores a andar para a frente, para trás e para os lados, e são ótimos para ajudar a desenvolver o equilíbrio e uma sensação de segurança em relação aos pés. Se você estiver relativamente em forma e quiser jogar e rir disso, tente jogar uma partida com seus filhos ou seu parceiro.

5 - Pratique tai chi - Um estudo com 256 pessoas fisicamente inativas entre 70 e 92 anos descobriu que fazer aulas dessa arte marcial chinesa por seis meses reduz o número de quedas pela metade se comparado a um grupo que fez exercícios de alongamento. Além disso, os do grupo de tai chi que caíram tiveram acidentes menos graves – apenas 7%resultaram em lesão, contra 18% do grupo de pessoas que se alongavam. 

veja também