MENU

Saúde

Exposição à luz azul antes e durante o jantar, aumenta a fome

Fonte: guiame.com.brAtualizado: terça-feira, 10 de junho de 2014 16:41
comer sob luz
comer sob luz

Ficar exposto sob a luz azul antes e durante o jantar, aumenta a vontade de comer. É o que diz um estudo norte-americano que comparou os níveis de fome de pessoas que ficaram em contato com uma luz suave comum e uma azul.

Foram utilizados na pesquisa 10 adultos saudáveis que foram expostos a uma iluminação suave por dois dias em quartos individuais localizados dentro de um hospital. No terceiro dia, os participantes foram expostos a uma luz azul enquanto faziam atividades sentados, como ler ou escrever, antes e durante o jantar. Os voluntários classificaram sua fome como sendo maior depois da exposição à luz azul.

jantar sob luz azulO estudo concluiu que o nível de fome começa a aumentar apenas 15 minutos após o início da exposição e pode permanecer elevado por até duas horas após o final da refeição.

“Estes resultados são importantes porque sugerem que manipular a exposição à luz ambiente dos humanos pode representar uma nova abordagem sobre a influência dos padrões de consumo de comida e metabolismo”, declarou em nota a coautora do estudo Ivy Cheung, da Universidade Northwestern, em Chicago.

De acordo com um reportagem do jornal The Huffington Post, a exposição à luz azul é largamente conhecida por afetar o sono, muito provavelmente devido à sua capacidade de atrapalhar a produção natural do corpo do hormônio melatonina, responsável pela sensação. Por sua vez, a falta de sono é sabidamente capaz de aumentar a fome e o consumo de calorias. O periódico ainda destaca que, na sociedade atual, cada vez mais as pessoas estão sendo expostas a este tipo de iluminação, graças ao uso constante de eletrônicos.

Segundo Cheung afirmou ao jornal, ainda é cedo para relacionar estas ideias. Apesar de acreditar que “definitivamente pode haver uma interação” entre sono, exposição à luz azul e fome, ela pontua que os resultados do estudo atual não fornecem informações conclusivas, mas que isso pode ser investigado em futuras pesquisas.

 

 

 

 

 

Com informações de: Bolsa de Mulher

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições