Fé previne doença cardiovascular, afirma estudo americano

Fé previne doença cardiovascular, afirma estudo americano

Atualizado: Segunda-feira, 3 Maio de 2010 as 3:36

Além de mudanças de hábito - como parar de beber e fumar - médicos americanos afirmam ter constatado que a fé ajuda na prevenção de doenças do coração. Os especialistas analisaram 6,5 mil pacientes durante 31 anos e afirmam que a religiosidade ajuda a reduzir a produção de adrenalina e cortizol - hormônio que está presente nos momentos de estresse e depressão, fatores de risco para infarto e derrame.

"A redução dessas taxas de mortalidade cardiovascular pode variar de 25% a 35%", afirma o cardiologista Álvaro Avezum.

Segundo os cardiologistas, 6 dos 7 estudos internacionais mais recentes envolvendo o tema crença versus saúde mostram que quando a pessoa exercita a espiritualidade, a chance de morrer por causa de problemas cardiovasculares diminui.

Um dos estudos avaliou 3.963 idosos e verificou que, no grupo dos que frequentavam alguma reunião religiosa, houve 40% de redução dos casos de pressão alta.

Mas, ainda que a fé ajude mesmo, os cardiologistas reforçam que o paciente que tem algum problema de saúde precisa fazer exames regularmente e seguir sempre as indicações médicas.

veja também