Feijão está desaparecendo da mesa dos brasileiros, mostra pesquisa

Feijão está desaparecendo da mesa dos brasileiros, mostra pesquisa

Atualizado: Segunda-feira, 10 Maio de 2010 as 10:42

A mais famosa dupla da mesa do brasileiro anda meio desfalcada. Uma pesquisa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) mostra que o consumo do feijão tem caído nos últimos anos.

Da década de 1970 para cá, a redução no consumo foi vertiginosa: quase 50%, segundo dados da Conab. Alguns especialistas acreditam que essa alteração no cardápio é um dos motivos para o aumento dos casos de obesidade no país.

"Se a pessoa comesse feijão, deixaria de beliscar a tarde toda, conseguiria comer o feijão, o arroz junto com alguma proteína animal e um monte de verdura. Com isso ela consegue ficar três, quatro horas sem fazer a próxima alimentação", explica a nutricionista Patrícia Araújo Duarte.

Em Macapá, apenas 32% dos moradores consomem feijão diariamente. Belo Horizonte ainda tem um grande contingente de fãs. De acordo com o Ministério da Saúde, quase 83% da população da capital mineira comem pelo menos uma porção de feijão por dia.

"Tradição, tem o famoso tutu de feijão, o feijão tropeiro. Consumindo esses produtos, consumimos mais, muito por questão da nossa cultura, também", afirma a mineira Aline Veloso, que é analista de agronegócio.

veja também