Filho de grávida que bebe corre risco de infertilidade

Filho de grávida que bebe corre risco de infertilidade

Atualizado: Quarta-feira, 30 Junho de 2010 as 8:38

O consumo de álcool durante a gestação pode causar problemas de fertilidade futuros em seus filhos, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (29) durante o 26º Encontro Anual da Sociedade Europeia de Reprodução e Embriologia, que acontece em Roma (Itália).

Isso porque, os pesquisadores descobriram que filhos de mães que beberam de quatro a cinco doses ou mais de bebidas alcoólicas por semana apresentam concentrações de espermatozoides menores do que a média, o que pode dificultar ter filhos.

Os filhos destas mulheres apresentaram concentrações médias de espermatozoides de 25 milhões por mililitro, enquanto os filhos que foram menos expostos ao álcool apresentaram concentrações de 40 milhões por mililitro. Os filhos do grupo mais exposto ao álcool tiveram ainda uma concentração de esperma aproximadamente 32% menor do que no grupo menos exposto.

Em um drinque foram medidos 12 gramas de álcool, número equivalente a 330 ml de cerveja, uma pequena taça de 120 ml de vinho ou um copo de vodca de 40 ml.

A autora da pesquisa Cecília Ramlau-Hansen, do Departamento de Medicina Ocupacional do Hospital Universitário de Aarhus, avaliou 347 filhos de 11.980 mulheres, todos entre 18 e 21 anos. Segundo ela, a conclusão ainda deve ser mais estudada.

- É possível que a ingestão de álcool durante a gravidez tenha efeitos nocivos sobre os tecidos fetais produtores de espermatozoides nos testículos e, assim, influencia na qualidade do sêmen na vida adulta. Mas nosso estudo é o primeiro de seu tipo, e mais pesquisa nesta área é necessário antes de qualquer nexo de causalidade pode ser criada ou potável limites propostos.

A recomendação médica é que grávidas não bebam durante a gestação ou não passem de uma a duas doses por semana.

veja também