Fuja dos perigos dos óculos falsificados

Fuja dos perigos dos óculos falsificados

Atualizado: Terça-feira, 20 Março de 2012 as 10:03

De diferentes cores, estilos e formatos, os óculos escuros deixam de ser protetores para os olhos e passam a ser acessórios indispensáveis ao dia-a-dia.

Porém, o preço elevado das grandes marcas faz com que mulheres optem por comprar os mais baratos ou até mesmo os modelos semelhantes, mas totalmente fabricados de maneira indevida, o que ocasiona futuramente graves problemas oculares.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria Óptica, dos 24 milhões de óculos de sol fabricados no Brasil, aproximadamente sete milhões são falsificados, ou seja, não são produzidos levando em conta lentes que barrem os raios ultravioletas.

Por isso, o uso constante desses acessórios leva a problemas incalculáveis aos olhos. “Os óculos sem fabricação contra os raios ultravioletas podem acarretar o surgimento da catarata”, explica o oftalmologista Otávio Fabille.

Ao sair no sol usando óculos falsificados, a pupila dos olhos aumenta para captar maior quantidade de luz. Como esses acessórios são produzidos sem a lente com proteção contra os raios ultravioletas, a pessoa não estará protegida.

Sem a proteção, os raios solares penetraram com mais facilidade nos olhos, o que danifica a retina. “Assim como qualquer medicamento, o paciente deve ter prescrição médica. Com os óculos escuros também deve se ter essa mesma atitude, pois se não, a pessoa estará correndo riscos sem necessidade”, comenta o oftalmologista.

Os óculos escuros piratas também podem causar fortes dores de cabeça, desconforto e cansaço na visão.

Por isso, o barato pode sair bem mais caro quando o assunto envolve saúde. É importante visitar o médico para realizar exames e verificar qual tipo de lente é realmente indicada para você.

Dicas para escolher o melhor óculos escuro

Além de pedir sugestões para o seu oftalmologista sobre o tipo de acessório ideal para você, é importante verificar se o produto realmente há o certificado de qualidade.

Todas as lojas que vendem tanto os óculos escuro quanto os óculos normais devem ter o certificado de cada produto. Separar marcas que tenham procedência e seja reconhecida pelo seu médico também é fundamental.

veja também