Garganta arranhada: um mal típico do inverno

Garganta arranhada: um mal típico do inverno

Atualizado: Terça-feira, 11 Agosto de 2009 as 12

Quando chega o inverno, o vento seco, a friagem e até mesmo a umidade invadem as vias respiratórias e alcançam as cordas vocais, causando rouquidão, asma, bronquite e diversos problemas respiratórios. Por isso, os cuidados com o corpo devem ser redobrados nesta época do ano.

É o que explica a fonoaudióloga e acupunturista Maria Alexandra Di Profio. "Proteger as vias respiratórias contra esses 'ataques' climáticos implica em proteger a cabeça, o pescoço, os pés, as costas e o peito. Para isso, use gorros, cachecóis, casacos, além de manter os pés sempre quentes, sem pisar no chão frio", recomenda.

Maria Alexandra também frisa a importância da ingestão de água e o perigo de determinados alimentos: "A força da voz depende da força dos pulmões, e a lubrificação das cordas vocais depende da água que ingerimos".

Caso os pulmões não recebam ou não consigam mandar o ar puro para todo o organismo, ocorrerá tosse, asma, rouquidão (agressão às cordas vocais que causa a alteração na voz) ou outras dificuldades respiratórias.

E a ingestão de alimentos frios, embutidos, que contenham corantes e conservantes, ou com excesso de gorduras e de chocolate, excesso de leite e derivados, produzirá catarro com tosse”, alerta a especialista.

Para proteger as vias respiratórias, a fonoaudióloga indica a ingestão de cereais integrais pela manhã e sopa de tubérculos e raízes à noite, como inhame, mandioca, mandioquinha, beterraba, cenoura, cará, nabo, além de chás quentes, como os de camomila e hortelã.

"Esses cuidados garantem um inverno mais tranquilo e a resistência necessária para as doenças respiratórias e a rouquidão", conclui.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também