Gelatina: a prática de consumir prazer aliada à saúde

Gelatina: a prática de consumir prazer aliada à saúde

Atualizado: Quinta-feira, 27 Março de 2008 as 12

A cultura do consumo de sobremesa após as refeições faz parte do hábito alimentar dos brasileiros. Em casa, ou em restaurantes, não importa, sempre há uma infinidade de guloseimas à disposição dos apreciadores. Os mais consumidos são doces, tortas, sorvetes, musses, pudins, pavês, gelatinas, etc; que só de pensar da água na boca. Antes de comer à vontade estas delícias da culinária, vale a pena atentar-se ao consumo e dependendo do caso, ponderar, ou até mesmo evitar.

A grande maioria das sobremesas apresenta valor energético alto (calorias), o valor funcional é baixo e, pouco recomendáveis a pessoas com doenças crônicas, como diabetes, hipertensão, obesidades, etc; ou simplesmente pessoas que desejam manter a forma e ter uma alimentação mais saudável. É claro que o consumidor não deve se privar destes prazeres da vida, mas comer de maneira consciente.

A ingestão de gelatina é um rico exemplo de que, podemos praticar a cultura da sobremesa de maneira prazerosa e saudável. A gelatina é uma boa opção porque, é um alimento funcional que traz benefícios ao organismo, é um produto muito fácil de ser encontrado, pois existe uma infinidade de produtos (marcas/sabores) à disposição nos supermercados, o preço é acessível, é prático de fazer, e tem um sabor irresistível ao paladar.

A nutricionista Wanessa Santos, da SPRIM Brasil - Agência de Saúde e Nutrição de São Paulo, informa: "O consumo da gelatina como sobremesa, ou mesmo como ingrediente, ao longo do tempo, apontam resultados positivos no fortalecimento e saúde das unhas, cabelos e hidratação da pele, promovendo maior resistência, maior espessura, crescimento e brilho".

Estes efeitos acontecem porque, a gelatina é constituída de 85% de proteína, principalmente o colágeno, 12% de água, 2% de sais minerais e 1% de hidrato de carbono. Ela garante a integridade estrutural das células e ajuda a reduzir o acúmulo de líquido das mesmas, podendo diminuir a formação de celulite.

A gelatina também tem importante potencial na prevenção e no tratamento de dores e inflamações articulares.

Postado por: Claudia Moraes  

veja também