Genérico do Viagra chega a faltar no mercado

Genérico do Viagra chega a faltar no mercado

Atualizado: Terça-feira, 27 Julho de 2010 as 5:17

Em algumas farmácias de São Paulo, o genérico do Viagra, o citrato de sildenafil, está em falta. A procura é tanta que os atendentes contam que mal o medicamento chega os estoques se esgotam. De oito estabelecimentos consultados pela reportagem do Jornal da Tarde, apenas dois afirmaram ter o produto em estoque. O comprimido de marca sai por R$ 18, enquanto o genérico custa R$ 6.

O último balanço da EMS, fabricante do produto, mostra que mais de 1,5 milhão de unidades do remédio já foram vendidas desde abril, quando expirou a patente do Viagra, que era da Pfizer. Por ano, 1,7 milhões de unidades do comprimido azul eram vendidas antes de ganhar a versão mais barata.

O vice-presidente de mercado da EMS, Waldir Eschberguer Junior, diz que não está faltando o produto no mercado. "Se falta em alguma farmácia é uma questão de planejamento dos pedidos, mas os distribuidores estão com bastante produto. A produção está trabalhando em três turnos para atender à demanda, que superou nossas expectativas", explica.

Para Odnir Finotti, da Pró Genéricos, isso mostra que havia uma demanda reprimida. "O preço limitava o acesso ao medicamento. Com o custo menor ao consumidor, mais pessoas podem fazer uso do genérico", comenta o presidente da entidade. As informações são do Jornal da Tarde.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também