Ginecologistas e obstetras suspendem atendimentos de planos de sáude

Ginecologistas e obstetras suspendem atendimentos de planos de sáude

Atualizado: Terça-feira, 30 Novembro de 2010 as 8:35

Nesta terça-feira, ginecologistas e obstetras do Estado de São Paulo vão atender apenas casos de emergência de pacientes com planos de saúde. A expectativa é de que sete mil médicos cancelem as consultas já marcadas, segundo a repórter Jane Cristina, da Rádio Bandeirantes.

A manifestação é um protesto contra os baixos valores pagos aos profissionais pelas operadoras de planos de sáude, algo em torno de R$ 25.

De acordo com César Fernandes, presidente da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo, a situação está crítica.

Procurada pela Rádio Bandeirantes, a Associação Brasileira de Medicina de Grupo afirma que a negociação entres as partes sobre os valores é livre.

veja também