Glaucoma atinge cerca de 900 mil pessoas no Brasil

Glaucoma atinge cerca de 900 mil pessoas no Brasil

Atualizado: Sexta-feira, 23 Maio de 2008 as 12

Glaucoma atinge cerca de 900 mil pessoas no Brasil

Dia de combate ao problema, principal causa de cegueira irreversível, é lembrado dia 26 de maio

Principal causa tratável de cegueira irreversível, o Glaucoma é uma doença que atinge hoje 65 milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil - segundo a Organização Mundial da Saúde - existem 900 mil portadores de glaucoma e estima-se que exista o mesmo número de pessoas com o problema sem diagnóstico. Com sintomas geralmente brandos, o dia 26 de maio foi instituído pela lei nº 10.456/2002 como dia de combate e conscientização sobre a doença.

Considerada uma "doença silenciosa" - se desenvolve sem sintomas precoces na maioria dos casos - o glaucoma ocasiona pressão intra-ocular e alterações circulatórias que atinge o nervo óptico, responsável por conduzir os impulsos nervosos para o centro da visão. "O perigo é justamente quando a pessoa percebe alteração visual, aí a doença já pode ser irreversível, ocorrendo perda da visão periférica e estreitando insidiosamente o campo da visão", explica a oftalmologista do Hospital Nossa Senhora das Graças Dra. Eliane de Araújo Lima.

Há vários tipos de glaucoma, o mais comum é o crônico, que se desenvolve sem sintomas e ocorre em quem tem história familiar da doença. Dor nos olhos e alterações no globo ocular são alguns indícios de alerta, que podem sinalizar o problema. "Por isso, é necessário orientar pessoas da família quando o diagnóstico é confirmado para também ficarem alertas quanto a exames preventivos", orienta a médica.

A principal forma de detecção do glaucoma é o exame que verifica a pressão ocular, que não pode ultrapassar os 21 mmHg (milímetros de mercúrio) e é realizado pelo oftalmologista. "Além disso, a consulta periódica ao especialista analisa todos os fatores de risco que, além da pressão intra-ocular, incluem história familiar, uso de medicamentos, alterações oculares, entre outros fatores. O diagnóstico precoce é essencial para evitar perda de visão irreversível", destaca Dra. Eliane.

O tratamento do glaucoma é feito por medicamentos prescritos pelo especialista e, em alguns casos, são realizados tratamento com laser. "O tratamento tem de ser seguido com disciplina. Para isso, é necessário que o diálogo entre médico e paciente seja aberto e exponha as dificuldades", ressalta a oftalmologista.

veja também