Glaucoma

Glaucoma

Atualizado: Segunda-feira, 18 Janeiro de 2010 as 12

No title O que é Glaucoma?

Glaucoma é um dano no nervo óptico com perda de campo visual. Pode ser devido a uma pressão ocular elevada e/ou uma diminuição no aporte de sangue para os tecidos oculares. Se não forem tratados, estes fatores levam à perda da visão, normalmente gradual, infelizmente com o potencial de levar à cegueira. Sua pressão ocular é controlada pelo fluxo de fluido nos seus olhos. Num olho saudável ou normal, há um equilíbrio entre a quantidade de fluido produzida e a quantidade drenada, que mantém a pressão ocular na faixa normal. No glaucoma, o fluido é drenado para fora do olho devagar demais. Isto significa que conforme o fluido fica dentro do olho, a pressão ocular sobe. Esta pressão comprime o nervo óptico, que envia sinais para o cérebro, e que, por sua vez, processa o que o olho está vendo. O aumento da pressão ocular normalmente não causa dor, e nos estágios iniciais, pode-se não perceber nenhuma diferença na visão. Entretanto, conforme a doença progride, os danos ao nervo óptico ocorrem e paulatinamente a visão é perdida cada vez mais.

Isto é o que acontece nas formas mais comuns de glaucoma. Seu médico pode chamá-lo de "glaucoma primário de ângulo aberto" ou "glaucoma crônico de ângulo aberto". Há outros tipos de glaucoma que podem causar maiores danos ao nervo óptico, mais rapidamente.

Quem corre riscos de ter glaucoma?

O glaucoma primário de ângulo aberto normalmente ocorre em pessoas com idades acima de 40 anos e a probabilidade de se desenvolver esta doença aumenta com a idade. Um histórico familiar de glaucoma também desempenha um importante papel no aumento do risco de desenvolvimento do glaucoma. Negros tendem a ter um início mais precoce e uma progressão mais rápida da doença do que os caucasianos. Outros fatores de risco incluem pressão elevada do olho, histórico de diabetes ou alto grau de miopia (visão de perto).

O que se pode fazer em relação ao Glaucoma?

Uma vez danificado o nervo óptico, ele não pode ser regenerado. É por isso que é improvável que as pessoas recuperem a visão que já foi perdida com o glaucoma. A boa notícia é que, quando o glaucoma é tratado nos seus estágios iniciais, a perda de visão quase sempre é prevenida. Seguindo adequadamente o plano de tratamento desenvolvido por seus médicos, a maioria dos pacientes de glaucoma pode controlar sua doença e vencer seus obstáculos.

Os médicos normalmente prescrevem medicamentos como primeira linha de tratamento para glaucoma. Apesar dos medicamentos não poderem reparar os danos, eles podem minimizar futuros danos e a perda de visão. É por isso que os médicos pedem que os pacientes de glaucoma usem o medicamento, mesmo que sintam que seus olhos estão bons e que ainda estejam enxergando bem. Para manter a visão, deve-se interromper o processo de dano ao nervo óptico antes que seja perdida qualquer porção de visão.

Às vezes, os medicamentos não conseguem prevenir que o glaucoma cause a perda de visão. Um tratamento a laser ou cirúrgico pode ser útil no controle da doença em tais casos.

Consulte o Oftalmologista. Não use medicamento sem orientação médica.

veja também