Governador de SP anuncia 82 novos médicos para reforço na capital

Governador de SP anuncia 82 novos médicos para reforço na capital

Atualizado: Sexta-feira, 9 Novembro de 2012 as 9:19

 

Nesta quinta-feira (8), foram anunciados 82 novos médicos para reforçarem o atendimento em sete hospitais da Secretaria de Estado da Saúde na capital. O anuncio foi feito pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckimin que estava acompanhado do secretário do Estado da Saúde de São Paulo, Giovanni Guido Cerri.

Dos novos profissionais contratados, todos foram aprovados em concurso público, 37 irão trabalhar no Hospital Geral de Vila Penteado, na zona norte, e o restante no Hospital Geral São Mateus, Hospital Infantil Cândido Fontoura, Conjunto Hospitalar do Mandaqui, Hospital Regional Sul, Maternidade Interlagos, Hospital Ipiranga e Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia.

Além dos médicos, 49 profissionais da área da saúde – psicólogos, farmacêuticos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, assistentes sociais, agentes de saúde, oficiais de saúde e oficiais operacionais – também estão sendo nomeados.

O governador também falou sobre o plano de carreira dos médicos, projeto encaminhado por ele a Assembleia Legislativa no dia 18 de outubro. “A assembléia deve estar votando agora em novembro o primeiro projeto de lei que estabelece o plano de carreira do médico. Os médicos poderão trabalhar 20 ou 40 horas. Nós vamos estimular a carga de 40 horas semanais para estimular a dedicação em tempo integral", afirmou o governador.

A importância de profissionais especializados também foi ressaltado pelo secretário de Estado da Saúde de São Paulo, Giovanni Guido Cerri. “Os pacientes de hospitais do estado localizados na periferia reclamam da falta de certos especialistas. Por isso que foi feito este novo plano de salário para médicos, para estimular a presenças destes profissionais em todo o estado”, afirmou o secretário.

“O mais importante do plano é a introdução do plano de carreira dos médicos, com cargas horárias de 40 horas semanais. É um grande avanço na carreira do médico e tenho certeza que será um exemplo a ser seguido em outros estados”, completa.

 

Com informações de Ministério da Saúde 

veja também