MENU

Saúde

Governo brasileiro aumenta recursos para combater dengue

Governo brasileiro aumenta recursos para combater dengue

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:17

O governo brasileiro dispôs recursos adicionais para 1 159 municípios do país a fim de garantir as ações de prevenção e controle de possíveis epidemias de dengue durante a atual temporada de verão.

  Uma nota de imprensa do Ministério da Saúde precisa que o dinheiro extra é 20 por mais cento do destinado a essa tarefa, daí que o total adicional para enviar a esses territórios ascende a 92 800 000 reais, uns 50 milhões de dólares.

A medida, sustenta a carteira sanitária, permitirá que esses 1 159 municípios recebam 20 por mais cento dos recursos regulares do Teto de Vigilância e Promoção da Saúde, com o objetivo de que sejam dedicados a ações de combate contra dengue.

Segundo a nota de imprensa, a ação beneficiará a 100 milhões de brasileiros, enquanto o número de territórios selecionados é 17 por cento superior aos 989 previstos em outubro passado, quando foi apresentado o conjunto de ações estratégicas para enfrentar esse mau neste verão.

O ministro de Saúde Alexandre Padilha assinalou que "os municípios selecionados assina um termo de adesão. É um compromisso, junto com o Ministério de Saúde, de ampliar as ações de combate ao mosquito transmissor, a vigilância dos casos e notificações, bem como a organização da assistência aos pacientes".

Estatísticas oficiais refletem que de janeiro a novembro de 2011 foram registrados 742 364 casos suspeitos de dengue no Brasil, uma redução de 25 por cento em comparação com igual etapa de 2010.

As autoridades sanitárias brasileiras recordam que essa doença possui quatro serotipos de vírus (DENV 1, DENV 2, DENV 3 e DENV 4) e acrescentam que as atividades de vigilância em 2011 mostraram o predomínio da circulação do tipo 1, mas com importantes registros dos tipos 2 e 4.

Por isso, alertam que as condições ambientais favoráveis à reprodução do mosquito Aedes aegypti (agente transmissor) indicam a possibilidade da persistência da contaminação em níveis elevados do vírus neste verão.

via: prensa latina

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições