Grande altitude favorece perda de peso por obesos, mostra estudo

Grande altitude favorece perda de peso por obesos, mostra estudo

Atualizado: Sexta-feira, 5 Fevereiro de 2010 as 12

A grande altitude permite que as pessoas obesas percam peso e o mantenham durante algumas semanas, demonstra um estudo alemão publicado nesta quinta-feira na revista especializada "Obesity".

A equipe de Florian Lippl, da Universidade Ludwig Maximilians (Munique), estudou o efeito de uma semana de vida sob o efeito da grande altitude (2.650 metros) em 20 homens obesos, com uma idade média de 55,7 anos e com um índice de massa corporal (IMC) médio de 33,7.

Esta experiência não incluiu nenhuma outra mudança, seja em termos de exercícios físicos ou regime alimentar.

Ao término do período da experiência, os pesquisadores observaram nos obesos uma perda de peso, uma diminuição da ingestão de alimentos e uma melhoria da pressão arterial significativas. Esses efeitos permaneciam quatro semanas depois da volta à baixa altitude.

De acordo com os pesquisadores, a redução de peso se deve fundamentalmente a um aumento da taxa do metabolismo (que corresponde ao gasto energético durante o descanso), já observado em grande altitude nos estudos precedentes, e uma redução do consumo de alimentos.

A perda do apetite é um sintoma comum do mal da montanha, mas, segundo os pesquisadores, também podem ter influenciado outros fatores, como a dinâmica de grupo.

Por outra parte, os pesquisadores constataram um aumento da taxa de leptina, um hormônio cujo ação provoca uma diminuição do apetite. O baixo nível de oxigênio em grande altitude pode causar esse aumento da taxa de leptina.

veja também