Gripe A chega a índios da Amazônia, alerta ONG inglesa

Gripe A chega a índios da Amazônia, alerta ONG inglesa

Atualizado: Quarta-feira, 12 Agosto de 2009 as 12

A gripe A (H1N1) chegou a índios da Amazônia peruana, informou nesta quarta-feira, 12 de agosto, a ONG inglesa Survival International. De acordo com a organização, sete membros da tribo Matsigenka estariam infectados pelo vírus, segundo informações do departamento de saúde em Cusco. No Brasil, a nova gripe ainda não chegou aos índios amazônicos. Segundo a Funasa (Fundação Nacional de Saúde), organização responsável pela saúde indígena no Brasil, atualmente há 80 casos sob suspeita em todo o país, mas nenhum foi confirmado ainda como gripe A. Houve um caso de óbito no Sul, mas depois disso nenhuma outra infecção foi registrada.

A grande preocupação, tanto para a Funasa quanto para a Survival, é que os índios costumam ser mais vulneráveis às doenças respiratórias. No caso do Peru, há um agravante: a tribo dos índios infectados fica próxima a grupos de índios isolados, que podem não ter anticorpos nem para a gripe comum.

Segundo a ONG, no mundo todo os povos tribais são mais frágeis à gripe A, pois são mais pobres do que a média da população, têm menos imunidade e sofrem de doenças crônicas, como diabetes e doenças cardíacas.

veja também