Gripe suína já tem casos confirmados em sete países

Gripe suína já tem casos confirmados em sete países

Atualizado: Terça-feira, 28 Abril de 2009 as 12

O surto de gripe suína iniciado no México já atinge outros seis países, segundo balanços divulgados até agora pelas autoridades sanitárias locais. Nesta terça-feira, 28 de abril, a Nova Zelândia confirmou 3 casos, Israel confirmou 1, e a Espanha anunciou seu segundo caso.

No México, 20 mortes provocadas pela doença foram confirmadas. O  ministro da Saúde do país, José Angel Córdova, informou que o número de mortes pode chegar a 152.

Ele disse ainda, durante entrevista a uma rede de TV local, que apresentaria um relatório mais amplo na manhã desta terça.

A doença, por enquanto, só provocou mortes no México, mas há casos confirmados também em pacientes nos EUA (40), no Canadá (6), na Espanha (2), na Escócia (2), na Nova Zelândia (3) e em Israel (1).

Na Nova Zelândia, foram confirmados 3 casos entre 11 suspeitos, entre alunos que visitaram recentemente o México. Nos EUA, 28 dos 40 casos estão localizados entre estudantes de uma escola particular do bairro nova-iorquino de Queens .

Risco de pandemia

A Organização Mundial de Saúde (OMS) elevou na segunda, dia 27, o alerta na escala de risco de pandemia por causa do aumento de confirmações de casos de gripe suína pelo mundo, revelou um dos especialistas que estava presente na reunião. O alerta, que estava no nível três, subiu para fase 4, caracterizado pela transmissão de humano a humano espalhada em nível de comunidades.

Mais cedo, a OMS havia revisado sua escala de alerta de pandemia, dividida em seis pontos, e divulgado um relatório explicando cada fase. Segundo a OMS, a fase 5 do alerta corresponderia a um forte sinal de que uma pandemia é "iminente". A fase cinco incluiria a transmissão em pelo menos dois países de uma mesma região. E a fase seis seria caracterizada por uma pandemia global, pelo espalhamento da doença em mais de uma região.

veja também