Hemocentros de todo o país realizam Semana Nacional do Doador Voluntário de Sangue

Hemocentros de todo o país realizam Semana Nacional do Doador Voluntário de Sangue

Atualizado: Segunda-feira, 1 Dezembro de 2008 as 12

Os hemocentros de todo o país realizam a Semana Nacional do Doador Voluntário de Sangue. A iniciativa em andamento desde a última segunda-feira, 24,  visa conscientizar ampliar o número de doadores e homenagear aqueles que já contribuem para manter os estoques necessários as transfusões de sangue.

No Rio de Janeiro, apenas 1,8% da população do estado doa sangue regularmente, segundo Clarisse Lopes de Castro Lobo, diretora do Instituto Estadual de Hematologia Arthur Siqueira Cavalcanti (Hemorio), que abastece cerca de 200 hospitais da rede pública.

Segundo ela, para que todos os pacientes que necessitam fossem atendidos, seria necessário que 5% da população adotasse essa prática.

"Infelizmente o Hemocentro o número de doações voluntárias caiu cerca de 20%. Nossa meta é que possamos coletar três mil bolsas de sangue durante essa semana, 500 a mais que em 2007", informou a diretora.

Na Fundação Hemocentro de Brasília (FHB), o foco das atividades nesta semana é homenagear os doadores voluntários de sangue, já que segundo a diretora-presidente do órgão, Maria de Fátima Portela, a população do Distrito Federal sempre atende aos apelos de doação.

"Aqui no DF não falta sangue. Existe a queda no estoque, mas sempre que isso acontece, nós lançamos campanhas e no outro dia o Hemocentro está cheio", conta a diretora.

Durante a semana, estão sendo distribuídos folhetos informativos e cartilhas em braile sobre a doação e sangue, para homenagear doadores de sangue portadores de necessidades especiais.

De acordo com Maria de Fátima, os jovens são os que mais contribuem para  doação de sangue no DF. De janeiro a novembro desse ano, 23.530 jovens de 18 a 29 anos já garantiram o sangue para outros pacientes.

Todos os hemocentros do país estão operando com força total para atenderem os doadores.

Para doar é necessário levar um documento oficial com foto, ter entre 18 e 65 anos e pesar mais de 50 quilos. O doador não pode ser usuário de drogas ilícitas nem ter tido contato sexual com pessoas em situações de risco para doenças sexualmente transmissíveis. Alem disso, não é necessário estar de jejum para fazer a doação, somente evitar alimentos gordurosos quatro horas antes.

Postado por: Claudia Moraes

veja também