Implante mamário francês de baixo custo seria causa de câncer

Implante mamário francês de baixo custo seria causa de câncer

Atualizado: Segunda-feira, 5 Dezembro de 2011 as 8:11

Mais de 50 mil mulheres com implantes mamários foram aconselhadas a fazer exames para diagnóstico de tumores na Inglaterra. O alerta surgiu após a morte de uma mulher francesa que tinha implantes preenchidos com gel de silicone, possivelmente usado para colchões. As informações são do Daily Mail.

A maioria das mulheres britânicas usam implantes fabricados na França, que são mais baratos, no entanto, mais frágeis e propensos a vazamentos. A francesa Edwige Ligoneche foi diagnosticada com câncer linfático dois anos após a cirurgia de mama utilizando um gel de silicone de fabricação francesa.

Embora a ligação com os implantes não tenha sido estabelecida, teme-se que o gel vaze da prótese por rachaduras e afete o organismo. A Sociedade de Cirurgia Plástica Reconstrutiva e Estética informou que o gel poderia ser "agravante" para o câncer.

Se houver sinais de danos nas próteses, os implantes devem ser removidos. A suspeita foi levantada pela primeira vez na França depois de os cirurgiões perceberem que os implantes de PIP se rompiam muito mais depressa do que as marcas mais caras.

veja também