Inatividade física: um mal que interfere na sua qualidade de vida.

Inatividade física: um mal que interfere na sua qualidade de vida.

Atualizado: Terça-feira, 3 Janeiro de 2006 as 12

  Juliano Rodrigues

[email protected]

Com o avanço da globalização e facilidades da vida moderna, a partir dos anos 90, o ser humano deixou de executar atividades essenciais que contribuíam para a manutenção de sua saúde. Atrelado a isso se recuperou a consciência da importância da atividade física na vida diária da população economicamente ativa do país, reconhecendo que o avanço tecnológico também traz uma série de fatores indesejáveis para a população e a maioria deles relacionados à saúde.

Foi somente após o início dos anos 90 que a atividade física e o exercício foram reconhecidos formalmente como fatores que desempenham um papel essencial no aprimoramento da saúde e no controle de doenças. Olhemos atentamente ao nosso redor. Estamos cercados por dispositivos capazes de poupar trabalho com a finalidade de tornar nossas vidas mais agradáveis. É necessário abrir a garagem? Aperte um botão! Automóveis? Vidros elétricos! Deseja trocar de canal? Basta apontar e apertar! Isso pode parecer pouco mais em longo prazo as conseqüências aparecem.

Alguns dos avanços tecnológicos beiram o ridículo, porém em sua maior parte tornou nossas vidas mais simples e mais agradáveis. No entanto, esse progresso não ocorreu sem um certo custo.

Por terem tornado nossas vidas mais seguras e mais confortáveis, nós eliminamos um ingrediente por demais importante para a boa saúde: a atividade física diária. Lembrando que atividade física significa exatamente o que o nome implica, estar fisicamente ativo até o ponto de haver um aumento significativo no dispêndio de energia durante o trabalho, nas atividades sistemáticas da vida diária, ou por ocasião do lazer.

Desta maneira um grande número de pessoas tornou-se sedentárias (sedentarismo - definido como a falta ou grande diminuição da atividade física), ficando assim mais suscetíveis a doenças e contribuindo para redução de sua qualidade de vida.

Leia também:

Obesidade: um perigo real presente na vida da população Inatividade física: um mal que interfere na sua qualidade de vida A terceira idade recupera o gosto pela atividade física Atividade física melhora sua saúde  

veja também