Inbravisa lança campanha para sensibilizar sobre a lavagem das mãos

Inbravisa lança campanha para sensibilizar sobre a lavagem das mãos

Atualizado: Quinta-feira, 21 Maio de 2009 as 12

Uma medida fácil e que ajuda muito no combate a trasnmissão de doenças: lavar as mãos. Em tempos de gripe suína, a lavagem das mãos ganha destaque ainda maior. Segundo o INBRAVISA - Instituto Brasileiro de Auditoria em Vigilância Sanitária , no caso da gripe suina o ato de lavar as mãos pode ser uma medida de prevenção mais eficaz do que usar máscaras cirúrgicas. "Ao espirrar, normalmente as pessoas levam a mão à boca e nariz. O vírus influenza permanece vivo nas mãos por até 15 minutos e nas superfícies por até 48 horas, e nesse período todas as pessoas e objetos ou superfícies que forem tocadas serão contaminados", explica Rui Dammenhain, especialista em vigilância sanitária, e diretor do INBRAVISA .

O virus da influenza, porém , não é o único vírus que tem vida longa fora do corpo humano. O rotavírus, que provoca vômito, diarréia e febre, especialmente em crianças menores de cinco anos, pode permanecer vivo por até duas semanas em superfícies e objetos como brinquedos, por exemplo.

"A lavagem das mãos depois da troca de fraldas , principalmente em creches e bercários, é essencial para evitar a contaminação pelo rotavírus", alerta Dammenhain.

Nesta época do ano, outono, onde as temperaturas ficam mais baixas, o ato de lavar as mãos é ainda mais importante: dados apontam um grande aumento de casos de problemas de saúde, e os atendmentos médicos regitram aumento de quase 50%..

A campanha de mobilização para sensibilzar as pessoas a lavarem as mãos será feita através de cartazes e mensagens via e.mail.

veja também