Incontinência urinária entre idosos

Incontinência urinária entre idosos

Atualizado: Domingo, 3 Fevereiro de 2008 as 12

Problema de saúde comum entre os idosos, a Incontinência Urinária além de afetar a qualidade de vida, causa danos também à auto-estima do paciente. Não conseguir segurar a urina acarreta uma série de outros fatores, como infecção, depressão e vergonha do convívio social.

Estudo realizado, num período de três anos, com 1200 idosos baianos mostrou que a Incontinência é a terceira doença mais comum nessa faixa etária (as duas primeiras foram hipertensão arterial e osteoartrose). A grande maioria (91%) dos entrevistados apresentava até cinco problemas crônicos simultâneos.

"Existe uma crença de que a incontinência urinária é um processo que faz parte do envelhecimento, mas a perda de urina não é normal em nenhuma idade, devendo sempre ser investigada e tratada corretamente. Até mesmo as mulheres que nunca tiveram partos normais, como as jovens e as que não têm a bexiga caída, podem ter incontinência urinária", explica o Dr. José Carlos Truzzi, urologista e professor de Urologia da Universidade Santo Amaro.

Os tratamentos para a Incontinência Urinária variam de acordo com cada caso. Uma alternativa é a aplicação de Toxina Botulínica Tipo A. Ela relaxa a musculatura da bexiga e com isso o paciente passa a controlar a vontade de fazer xixi. O tratamento devolve à pessoa o bem-estar físico e também emocional, já que evita que o idoso passe por constrangimentos.

Postado por: Myrian Rosário

veja também