Inove o treino quando a cabeça cansa rápido

Inove o treino quando a cabeça cansa rápido

Atualizado: Sexta-feira, 30 Julho de 2010 as 8:35

Faltam só 10 minutos para terminar a etapa da esteira, mas você interompe o exercício mesmo sabendo que o corpo aguentava pelo menos mais uns 20 minutos de caminhada. O comportamento é típico de quem cansa a cabeça antes das pernas, trapaceando na academia e atrasando o alcance das metas.

"Infelizmente, a grande maioria das pessoas começa a treinar para resolver algum problema, como perder peso, ou por outra recomendação médica. São poucos os que praticam atividades físicas por prazer", explica o personal trainer e coordenador da academia Kainágua Aristides Mello, de São Paulo.

Ninguém precisa amar de paixão ir para academia. Mas estando lá, vale a pena se esforçar um tiquinho extra para ter um treino eficaz. Só o fato de você ter disposição para sair de casa e encarar a malhação já é um grande passo. Agora, aprenda algumas dicas para driblar a falta de motivação e dar mais pique ao corpo.

Um professor para chamar de seu

Procure academias que consigam fazer um atendimento personalizado e que demonstrem comprometimento com os alunos. Já que é fácil se dispersar e logo falta vontade para completar a série inteira, o ideal é ter alguém sempre por perto fazendo a avaliação e dando aquele incentivo.

"O professor precisa mostrar para o aluno que o momento do treino é a hora que ele vai cuidar do que é mais importante em sua vida, ou seja, ele próprio", diz Marcelo de Paula, coordenador de musculação da academia Competition, de São Paulo.

Quando a turma é muito numerosa e o professor não pode dedicar muito tempo para cada um, fica mais fácil passar despercebido e "matar o treino". "A metodologia da academia para esse perfil de aluno deve ser semelhante a de um personal trainer. O treinamento deve ser checado com o aluno e adequado de acordo com as necessidades dele a cada dia", diz Aristides Mello.

Um passinho de cada vez

Não caia na besteira de estipular metas exageradas do tipo: "em vinte dias, estarei com uma barriga tanquinho". Isso só vai gerar frustação e, por fim, desistência. "Os objetivos verdadeiros nunca são alcançados imediatamente. É preciso de pelo menos três meses para enxergar os resultados", diz Aristides.

Chega para lá no tédio

Fazer sempre a mesma rotina de treino, enjoa mesmo. Então, a saída é diversificar. Construa um plano junto com o professor para alternar séries e exercícios e sair da mesmice. "No caso do treino cardiorespiratório, é possível realizar 5 minutos na bicicleta, 5 minutos na esteira, 5 minutos de step... em vez de ficar sempre no mesmo aparelho", diz Aristides. "Na musculação, as séries também podem ser bem alternadas e variadas. Assim, o aluno se concentra e se empenha mais", recomenda o personal trainer da Kainágua.

Abaixo, o coordenador de musculação da academia Competition Marcelo de Paula dá dicas de como turbinar a motivação para o treino.

1.Não deixe de ir à academia na segunda-feira, isso o motivará no restante da semana;

2.Convoque um parceiro de treino para que um incentive o outro;

3. Estipule uma meta possível de ser atingida para não gerar grandes expectativas e acabar frustrado;

4.Se você malha depois do trabalho, não passe em casa, vá direto para a academia;

5.Procure uma academia que ofereça um atendimento personalizado e que priorize o comprometimento com os alunos.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também