Justiça adia decisão sobre patente do Viagra

Justiça adia decisão sobre patente do Viagra

Atualizado: Quinta-feira, 15 Abril de 2010 as 12

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) terminou a sessão desta quinta-feira (14) sem analisar o caso da quebra da patente do Viagra, que pertence ao laboratório Pfizer. De acordo com a assessoria de imprensa, não houve tempo para a análise do caso. Uma nova sessão está marcada para o dia 28 de abril.

Neste "ringue" de um lado está a Pfizer, que luta na Justiça para manter o prazo da patente do Viagra até 7 de junho de 2011, e de outro o Inpi (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), órgão ligado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, que defende que o prazo termine em 20 de junho deste ano. Como o instituto, os laboratórios genéricos fazem coro contra as ações de extensão de prazos, pois terão liberdade de produzi-los e comercializá-los.

Segundo a Pró Genéricos (Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos), o Viagra vendeu mais de 2,9 milhões de unidades e faturou mais de R$ 160 milhões somente no Brasil, em 2008. 

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também