Óleos que protegem seu coração

Óleos que protegem seu coração

Atualizado: Segunda-feira, 22 Junho de 2009 as 12

Todos já sabem que o consumo de gorduras saturadas e trans prejudicam o organismo e que se deve evitar ao máximo o seu consumo, pois elas estão diretamente ligadas ao desenvolvimento e piora de diversas doenças. Mas existem as gorduras insaturadas que auxiliam na redução dos niveis de colesterol e triacilglicerol, na redução da pressão arterial e na diminuição da agregação plaquetária. Além disso, o consumo dessas gorduras do bem têm ação antioxidante, antinflamatória e imunoestimulante.

Para os nutricionistas, os óleos vegetais são boas fontes deste nutriente. Os mais indicados pelos especialistas são os óleos prensados a frio e não refinados, que mantêm o sabor, a cor e nutrientes. E para que as pessoas sejam favorecidas por todos estes benefícios, os óleos devem preferencialmente ser usados crus, em saladas, por exemplo. E se forem utilizados na preparação de pratos, é preciso ter cuidado para que eles não sejam aquecidos até soltar fumaça, pois isso pode liberar a produção de substâncias tóxicas, como a acroleína.

Os óleos do bem

Azeite de oliva extra virgem: rico em ômega 9, gordura monoinsaturada. Fonte de compostos fenólicos com alta atividade antioxidante. Coadjuvante na redução do colesterol. Bom para o coração.

Óleo de canola: Tem grande quantidade de gorduras insaturadas, é livre de colesterol e gordura trans e tem menos gordura saturada que qualquer óleo comestível comumente utilizado. Auxilia na redução do risco de doenças coronarianas, com a diminuição do colesterol total e do LDL colesterol. Equilibrado em ômega 6 e 3, é fonte de vitamina E.

Óleo de coco: o ácido láurico, de ação antibacteriana, compõe aproximadamente 50% da gordura do coco. Este óleo é fonte, também, de ácido caprílico, que estudos sugerem ter papel antifúngico e imunoestimulante. Tem ação antioxidante. O óleo de coco é fonte de triglicerídeos de cadeia média (TCM). Estudos apontam que o óleo de coco, como parte de uma dieta equilibrada, diminui o desejo de comer doces e alimentos gordurosos.

Óleo de gergelim: fonte de ômegas 3, 6, 9 e vitamina E, antioxidante que protege as células da ação dos radicais livres. Usado em saladas, pratos frios e massas.

Óleo de girassol: fonte importante de ômega 6 e de vitamina E. Utilizado a frio, diretamente sobre os alimentos e em molhos para saladas ou ainda em cozimento rápido em baixas temperaturas.

Óleo de linhaça: fonte de ômegas 3 e 6 na proporção ideal. Estudos mostram sua ação na redução de triacilglicerol e colesterol e também na inibição de fatores inflamatórios.

Óleo de macadâmia: fonte de ômegas 7 e 9. Estudos mostram que seu consumo auxilia na redução das taxas de colesterol total e LDL. Usado em diversas preparações, saladas e refogados.

Óleo de soja: fonte de ômegas 6 e 3. Devemos preferir os prensados a frio. Usado largamente na culinária.

Postado por: Felipe Pinheiro 

veja também