Lipoaspiração: Agosto é o mês ideal para realização

Lipoaspiração: Agosto é o mês ideal para realização

Atualizado: Quinta-feira, 31 Julho de 2008 as 12

Agosto marca o início de uma curva ascendente na demanda por serviços estéticos no Brasil - com incremento de até 60% no número de pacientes. "Quem deseja chegar ao fim do ano em forma, deve mesmo dar início aos cuidados agora", alerta Dr. Wandler de Pádua, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

O especialista destaca que este é o período ideal para a lipoaspiração. "Indicada para quem deseja eliminar gorduras localizadas que resistem à dieta e à prática esportiva, a cirurgia necessita de pelo menos 90 dias para atingir o resultado ideal", explica. Isso porque o edema, que resulta do procedimento, precisa de tempo e de cuidados complementares, como drenagem linfática, para regredir. Além disso, incidência do sol sobre as manchas arroxeadas, típicas do pós-cirúrgico, é totalmente desaconselhada.

Criada em 1977 pelo médico francês Yves Gerard Illouz, a lipoaspiração ganhou a preferência brasileira. Tanto que lidera o ranking de cirurgias plásticas no País, de acordo com a SBCP. "Quando bem indicada realmente conduz a resultados satisfatórios, com a remodelação do contorno corporal. As regiões mais beneficiadas são abdome, costas e pernas", afirma Dr. Wandler. "O principal equívoco se dá quando o paciente busca perder peso com a cirurgia", complementa.

Segundo o especialista, a quantidade máxima de gordura retirada em uma lipoaspiração não deve ultrapassar 5% do peso do paciente. "Descumprir esse limite implica em gerar riscos", descreve. Outros fatores devem ser levados em consideração na hora de optar pela lipoaspiração. A SBCP recomenda à população que opte por médicos vinculados à Sociedade. "Segurança é palavra de ordem em cirurgia plástica. Por isso, o ideal é realizá-la em centro cirúrgico devidamente equipado", finaliza o médico.

Dicas para quem quer se submeter à lipoaspiração:

- Procure um médico especialista, filiado à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. No site da entidade (www.cirurgiaplastica.org.br) é possível verificar essa informação.

- Evite realizar o procedimento se estiver vivenciando uma situação desafiadora do ponto de vista emocional: a perda de uma pessoa querida, a ruptura de relações valorosas ou uma demissão involuntária.

- Esteja atento à real motivação da busca pela beleza. Uma cirurgia plástica não trará, necessariamente, um ganho secundário, como um casamento mais feliz ou uma promoção no trabalho.

- A operação deve ser precedida de uma criteriosa avaliação clínica e da realização de exames complementares compatíveis com sua faixa etária e o tipo de procedimento. A avaliação pré-cirúrgica é etapa indispensável para sua segurança.

- Observe todas as recomendações médicas para o pós-cirúrgico. Se você acredita que não terá tempo para realizar o repouso necessário, não faça a cirurgia.

- Faça todos os questionamentos necessários antes da cirurgia. Conheça todos os riscos inerentes ao procedimento que deseja realizar, bem como o tempo previsto para duração dos resultados. Expectativas inalcançáveis costumam gerar frustrações.

- A cirurgia plástica estética ou reconstrutora pode causar impacto positivo no bem-estar integral, por fortalecer a auto-estima e a auto-confiança. Para que traga benefícios, deve ser encarada com muita responsabilidade.

Postado por: Claudia Moraes

veja também