Lipoaspiração completa 30 anos

Lipoaspiração completa 30 anos

Atualizado: Sexta-feira, 4 Julho de 2008 as 12

Uma das cirurgias estéticas mais populares no mercado e a segunda mais realizada, a lipoaspiração completa 30 anos. O sucesso da intervenção envolve o tempo de recuperação e os bons resultados, mas a cirurgia não deve ser banalizada. O Canal Saúde entrevistou o cirurgião plástico Ricardo Cansanção, da clínica Dicorp, no Rio de Janeiro, que esclarece algumas questões sobre o procedimento.

Canal Saúde: A lipoaspiração completa 30 anos e é a segunda cirurgia plástica mais realizada no país. Por que tanto sucesso?

Ricardo Cansanção: A busca da cirurgia plástica é a tentativa de harmonização, visando estabelecer um equilíbrio que permita ao indivíduo sentir-se em harmonia com sua própria imagem e com o universo que o cerca. A lipoaspiração melhora o contorno corporal, removendo gordura localizada e equilibrando a silhueta. O conceito de saúde, hoje, reprime a gordura. A moda também é feita para as pessoas magras e "saradas". Associado a isso, as técnicas cirúrgicas evoluíram, a anestesia é mais simples e segura, o pós-operatório é mais fácil, e os preços se tornaram mais acessíveis.

Canal Saúde: Qual a diferença da lipoescultura, lipoaspiração, lipo light e hidrolipo? Fale um pouco do resultado, do preço e do pós-operatório de cada um?

Ricardo Cansanção: Todas são lipoaspirações e servem para remover a gordura localizada. Na lipoescultura podemos aproveitar a gordura para injetar e modelar outras áreas como, por exemplo, aumentar as coxas. Algumas pessoas estão apelidando a lipo de mini, light, lipo fracionada. O fato é que, apesar de muitos rótulos, todos são variações da mesma técnica e, dependendo da extensão e área, podem ser menores ou maiores. Já a hidrolipo é feita em todos os procedimentos, onde se injeta solução de soro com ou sem anestésico local, para facilitar a aspiração da gordura. Faço em meus pacientes também a vibrolipo, em que se utiliza um aparelho conectado à cânula, que faz uma vibração na sua ponta, facilitando a remoção da gordura, diminuindo o atrito e suavizando o movimento.

Canal Saúde: As mulheres ainda dominam o mercado, mas é verdade que o número de homens que procuram clínicas de beleza para fazer lipo está crescendo?

Ricardo Cansanção: Hoje em dia, os pacientes masculinos procuram muito os cirurgiões plásticos, e já são cerca de 25% do total de pacientes. As cirurgias mais procuradas são a lipo, as cirurgias de nariz e a ginecomastia (correção do excesso de glândula mamária masculina).

veja também