"Mãe canguru" salva bebês prematuros

"Mãe canguru" salva bebês prematuros

Atualizado: Quarta-feira, 12 Março de 2008 as 12

Um simples gesto de carinho pode salvar a vida de muitos bebês prematuros. "O projeto Mãe Canguru, vai além da chamada 'posição canguru', em que as mães acolhem seus bebês em seu peito", conta Elza Akiko Utino, coordenadora do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina do Hospital Universitário "Dr. Domingos Leonardo Cerávolo" (HU).

Elza fala que, ao entrar em contato com a mãe, a criança se sente mais protegida, aumentando a imunidade. Como conseqüência, ela vai ganhando mais peso e se recupera de forma mais rápida, evitando também, a infecção hospitalar. "A assistência neonatal é muito importante. A parte física, neuropsíquica e emocional do recém-nascido é trabalhada e a criança se sente protegida. Todo ser humano precisa de contato", completa Utino.

"O bebê, ao ficar pertinho da mãe, recebe calor, chora menos, mama quando sente vontade e assim, vai ganhando peso mais rapidamente", explica a mãe canguru Rosimeire Ferreira. "Eu já tinha visto este projeto na televisão. Hoje minha filha está bem, graças às orientações que recebi", revela.

O método nasceu na Colômbia, em 1979, onde pesquisadores perceberam que, na incubadora, os bebês demoravam mais para se desenvolverem, do que as crianças que estavam com a mãe.

Em 1999, o Ministério da Saúde apresentou oficialmente a Norma de Atenção Humanizada ao Recém-Nascido de Baixo Peso para ser implantada nas diversas unidades hospitalares.

Postado por: Claudia Moraes  

veja também