Malhação em dias quentes requer cuidados especiais

Malhação em dias quentes requer cuidados especiais

Atualizado: Quinta-feira, 7 Janeiro de 2010 as 12

No title Quem não deseja mostrar um corpo em forma no verão? Para alcançar tal exito, muitos recorrem as academias ou começam uma dura rotina de exercícios assim que veem o sol brilhar. Até aí nada demais, desde que essa mudança não venha acompanhada de exageros ou falta de cuidados, principalmente nos dias quentes. Essa é a orientação geral dos médicos consultados pelo R7.

Abaixo, leia as recomendações do fisiologista do exercício da Unifesp (Universidade Federal Paulista), Paulo Roberto Correia, e do ortopedista Alexandre Podgaeti, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Coluna para se exercitar sim, mas com saúde.

Segundo Correia, o primeiro erro é achar que é mais fácil treinar no verão do que no inverno, por exemplo.

- Normalmente no verão acontece mais casos de desidratação e insolação, porque muita gente acha que é mais fácil treinar no verão. Mas isso é uma meia verdade. O calor pode até fazer com que a pessoa sedentária tenha mais vontade de fazer exercícios, porque você precisa de um aquecimento para começar. Mas, para quem ja é esportista ou pratica, a história é diferente, porque o calor leva a pessoa a uma fadiga precoce. O calor é prejudicial no desempenho principalmente nas atividades aerobias, como prova de corrida de rua, maratona ou tênis.

Aumento da temperatura prejudica desempenho

Práticas esportivas em lugares fechados também podem ser um perigo em dias quentes, principalmente se o local não tiver boa refrigeração. Além de poder causar desidratação dos atletas, provavelmente o desempenho será ruim, segundo o fisiologista. O mesmo vale para as academias. Todas devem ter um sistema de ar-condicionado com uma temperatura agradável.

- O aumento da temperatura prejudica o desempenho fisiólogico. Quando você esquenta demais o corpo, você para de desempenhar bem o papel muscular. Quando você tem um aquecimento muito grande do corpo ele perde desempenho, diz Correia.

Para fazer exercícios ao ar livre, é indicado se alimentar e hidratar pelo menos meia hora antes de treinar e beber bastante líquido antes, durante e depois do exercício. Para quem se exercita na praia, Correia dá outras orientações como escolher roupas e acessórios de cores claras. A temperatura média ideal para se exercitar é entre 18 e 19ºC.

- Se escolher roupa e boné escuro, por exemplo, não vai render nada. O sol, neste caso, traz benefícios à atividade física desde que respeite os horários de exposição solar quando a radição solar é mais forte, no começo ou fim do dia. Porque você absorve o sol lateral, ou seja, tem mais atmosfera filtrando os raios solares.

Avaliação médica específica evita problemas futuros

Para quem pretende começar a se exercitar, o primeiro passo é fazer uma avaliação física. As academias costumam solicitá-la, mas segundo o ortopedista Alexandra Podgati a avaliação comum a maioria delas nem sempre aponta outros problemas de saúde que influenciariam no treino

- Normalmente as academias pedem a avaliação clínica, cardiológica e os testes de esforço, mas não pedem nada ao ortopedista. Quem tem problema de joelho ou de coluna vai começar a academia sem saber que precisa ser avaliada de outra maneira, diz.

Nestes casos específicos, Podgaeti sugere fazer uma avaliação ortopédica antes de começar a rotina de exercícios, principalmente entre as pessoas que se queixam de dores. Exercícios como step, por exemplo, podem causar uma tendinite no joelho se feitos de forma errada em longo prazo.

- Quem tem problema de joelho ou coluna, dependendo da faixa etária, pode ter restrições quanto ao tipo de exercício para não piorar sua situação. Mas isso não quer dizer que ela não pode se exercitar. Ela tem que saber que sofre do problema para fazer os exercícios mais adequados.

Quem sofre ainda de problemas na região lombar como lordose, hiperlordose ou escoliose também pode evitar certos exercícios na academia. Abdominais, nestes casos, só com a perna flexionada para nunca fazer o movimento completo, sugere. "Abdominais servem para fortalecer e equilibrar a musculatura anterior e posterior da coluna, por isso podem ser feitos na prancha ou no cochonete, mas deve-se evitar os aparelhos de abdominal e a bola, principalmente para quem tem dor lombar".

Por: Camila Neumam

veja também