Médica explica por que vírus H1N1 é pior para grávidas, idosos e doentes

Médica explica por que vírus H1N1 é pior para grávidas, idosos e doentes

Atualizado: Sexta-feira, 7 Agosto de 2009 as 12

Grávidas, idosos e doentes são os que enfrentam maior dificuldade para reagir ao vírus Influenza A (H1N1). A infectologista Nancy Bellei explica porque alguns organismos têm menos resistência do que outros e recomenda manter uma boa nutrição e hidratação adequada. Aos fumantes, ela faz um alerta: eles podem ter mais dificuldade para combater agentes infecciosos.

Quando entra no organismo, o vírus vai até a traquéia e pode chegar ao pulmão. A medicação ajuda a dimuinuir a quantidade de vírus e a barrar os sobreviventes. Por isso é importante tratar os sintomas em até 48 horas.

"A gente sabe que as pessoas bem nutridas produzem anticorpos adequadamente. É razoável manter uma boa nutrição, boa hidratação, para sua mucosa responder de forma rápida. E lembrar aos fumantes que o fumo modifica a mucosa do trato respiratório, e vai ter mais dificuldade de combater esses agentes infecciosos", disse Bellei.

A médica explicou como funciona o sistema imunológico e como sua capacidade de reação a vírus e bactérias pode variar de uma pessoa para outra. Nas mulheres grávidas, o sistema imunológico está ocupado protegendo o bebê e quando há um inimigo, fica em desvantagem.

"Tudo é diferente na grávida e quando há uma sobrecarga, seja infecciosa, ou qualquer outro estresse, pode levar uma descompensação desse sistema da grávida".

Nas pessoas com problemas de saúde o organismo já está debilitado, por isso vai enfrentar esse novo intruso, enfraquecido.

As vacinas são uma forma de preparar o sistema imunológico, mas ainda não existe vacina para o vírus da nova gripe.

"A função da vacina é fazer um treinamento. Então quando você dá uma proteína, o organismo treina e reconhece para quando perceber essa proteína, de longe, começar a produzir esse anticorpos rapidamente. "

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também