Medicina Reprodutiva - 30 anos de sucessos

Medicina Reprodutiva - 30 anos de sucessos

Atualizado: Sexta-feira, 4 Julho de 2008 as 12

Assim que começou a procriar, a humanidade conheceu a infertilidade. Como a medicina só começou a encontrar soluções para o problema há 30 anos, foram séculos e séculos de sofrimento pessoal, conjugal e até nacional - já que a impossibilidade de conceber herdeiros afetava sensivelmente os regimes monárquicos. Com a população global de hoje estimada em 6,5 bilhões de pessoas, pelo menos 4,5 milhões de casais são agregados todos os anos às estatísticas mundiais de infertilidade.

Ao longo da história, mulheres inférteis foram submetidas a penas severíssimas por sua incapacidade de conceber. Em algumas culturas ancestrais, era permitido aos homens que enforcassem as esposas que falhavam no quesito procriação. Na Inglaterra da Idade Média, um homem podia "denunciar" sua mulher e anular um casamento se ela não engravidasse em um ano. Em tempos mais recentes, na Índia, mulheres inférteis eram "condenadas" a se sentar numa cadeira ao lado do fogão até que se queimassem.

Embora a infertilidade seja um problema essencialmente conjugal, é evidente que ao longo da História a culpa principal recaiu sobre a mulher. Henrique VIII teve oito esposas ? alguns desses casamentos tiveram inspiração política, mas a maior parte de suas esposas foram descartadas porque não conseguiram lhe dar um filho homem. Mais tarde, a ciência demonstrou que é o cromossomo masculino que determina o sexo do bebê.

Luís XIV, Rei da França, marido de Maria Antonieta, era notoriamente estéril, no entanto, por anos o povo da França permaneceu convencido de que a infertilidade real recaía sobre ela.

Hoje em dia, a realidade é bem diferente. Há cerca de 30 anos, num misto de perplexidade e assombro, as manchetes da imprensa mundial no dia 28 de julho de 1978 saudavam o início de um novo tempo ? pela primeira vez na história do homem sobre a Terra, vinha à luz, na Inglaterra, um ser humano concebido fora do corpo, desvelando o mistério da concepção. As manchetes não escondiam um certo tom de ternura. "Aqui está ela: a adorável Louise", anunciou o jornal inglês Daily Mail. 67dias após o nascimento de Louise Brown, nascia na Índia o segundo bebê de proveta, uma menina, fato mantido em segredo por anos. O médico indiano responsável pelo feito, Subhash Mukhopadhyay, foi vítima de preconceitos e levado ao ostracismo científico em seu país, impedido de divulgar o resultado, o que o levou ao suicídio em 1981.

Atualmente Louise Joy Brown o "superbebê", está a meses de completar 30 anos e há muito deixou de ser uma pessoa fora do comum. Nessas três décadas, cerca de três milhões de bebês vieram ao mundo a partir de embriões obtidos em laboratório, graças às técnicas de fertilização in vitro. Hoje, eles se misturam à população, sem nada que os distinga dos outros seis bilhões de habitantes do planeta. Se na época do nascimento de Louise a fertilização in vitro era quase uma impossibilidade ? 200 tentativas para um sucesso ? hoje um casal tem quase 55% de chance de sair com seu bebê de uma clínica de reprodução assistida de primeira linha, ainda que apresente problemas de infertilidade aparentemente irreversíveis. E isso já na primeira tentativa, se a mulher tiver menos de 35 anos.

O Brasil está muito bem colocado no ranking mundial de excelência da especialidade, alguns centros do país praticam uma medicina reprodutiva que alcança resultados de gravidez equivalentes aos melhores centros do mundo. E ainda produzem conhecimento científico, como é o caso da Clínica e Centro de Pesquisas Roger Abdelmassih, em São Paulo. Responsável pelo nascimento de mais de 6.500 bebês, esta clínica conta com um centro de pesquisas básicas que já produziu trabalhos científicos que impressionaram o mundo científico.

Fertilidade em baixa

O decréscimo da fertilidade com o passar do tempo é um inevitável fato biológico. No entanto, a maternidade tardia é uma realidade. A tecnologia avançou para ajudar os casais a resolverem o problema da infertilidade ? que pode ser do casal (20%), de fatores femininos (40%) ou de fatores masculinos (40%). Cerca de 20% dos casais em idade fértil não consegue engravidar. "Os tempos modernos favorecem a infertilidade. As mulheres estão mais do que nunca focadas na carreira profissional, fica difícil pensar em gravidez antes dos 35 anos. Estudos demonstram que a poluição ambiental e maus hábitos ? como cigarro, abuso do álcool e de drogas recreativas ? estão entre outros fatores de infertilidade do casal", explica o Dr. Roger Abdelmassih, um dos mais procurados especialistas da reprodução humana assistida do Brasil.

Mas esta ciência tem solução para tudo ou quase tudo. Na Clínica Roger Abdelmassih, a maior do País, a média geral de resultados de gravidez ? considerando mulheres de mais de 40 anos ? chega a impressionantes 36% de filhos nascidos por tentativa. Em mulheres de até 35 anos, essa média pode chegar a 55%, uma taxa altíssima e equiparada à dos mais prestigiosos centros mundiais.

O Brasil faz parte do ranking de excelência da medicina reprodutiva no mundo. A nossa boa performance estatística ocorre devido à excelente qualidade laboratorial que existe nas melhores clínicas do país e ao rígido protocolo clínico aplicado às diversas situações de infertilidade. No caso da clínica Abdelmassih, os estudos e as pesquisas desenvolvidos no Centro de Pesquisas Básicas também contribui muito para a qualidade de resultados bem sucedidos.

Reprodução humana assistida - cronologia de uma aventura

1677 ? O espermatozóide humano é descoberto por um estudante holandês de medicina: Antonij van Leeuwenhoek.

1777 ? O padre italiano Lazzaro Spallanzani faz a primeira inseminação artificial do mundo. A experiência foi realizada numa cadela.

1827 ? O óvulo é descoberto pelo embriologista prussiano-estoniano Dr. Karl Ernst von Baer.

1843 ? O fato de que a concepção humana ocorre quando o espermatozóide entra no óvulo é descoberto pelo médico Martin Berry. Isto mudou a forma como o mundo via a reprodução humana.

1920 ? Cientistas descobrem que o período fértil da mulher está mais ou menos na metade do seu ciclo menstrual.

1928 ? O primeiro teste de gravidez é desenvolvido pelos ginecologistas alemães Selmar Aschheim e Bernardo Zondek. O teste envolvia a injeção de urina da mulher em uma rata. Se a mulher estivesse grávida, os ovários da rata ficariam inchados e os folículos ovarianos amadurecidos.

1934 ? O hormônio feminino progesterona, que é responsável pelas variações cíclicas no útero e é também necessário para dar sustentação à gravidez, é isolado pelo alemão Adolf Butenandt. Por esta e outras descobertas, Butenandt ganhou o Prêmio Nobel de Química, em 1939.

1934 - Nos Estados Unidos, Lílian Lauricella deu a luz a duas meninas, concebidas por inseminação artificial com sêmen de doador.

1940 - O biólogo francês Jean Rostand descobre que o esperma animal pode ser conservado a frio.

1951 - Realizada a primeira transferência de embrião bovino com sucesso.

1952 - Na Escócia, o médico inglês Robert Edwards faz experiências em fertilização com ratos.

1953 - Nos EUA, tenta-se a primeira inseminação artificial feita com sêmen congelado .

1953 - Francis Crick, James Watson e Maurice Wilkins anunciam a descoberta do DNA ? uma estrututura molecular tridimensional em dupla hélice. Os três cientistas ganharam o prêmio Nobel de medicina em 1962 por esta descoberta.

1957 - A droga Enovid, desenvolvida para o tratamento de desordens menstruais, é aprovada pelo FDA, nos Estados Unidos. No entanto, a droga também prevenia a ovulação o que levou as mulheres a usá-la como anticonceptivo. Ao final de 1959, mais de 500 mil americanas estavam usando a droga como controle da fertilidade.

1959 - Primeira fertilização, realizada em coelhos, usando embriões fecundados in vitro, pelo Dr. Chang.

1966 - Óvulos humanos são retirados pela primeira vez através de Laparotomia (cirurgia com incisão na parede abdominal)1960 - Em maio, o FDA aprova o Enovid como pílula anticoncepcional. Outras pílulas começaram a ser desenvolvidas.

1971 - Edwards, em colaboração com o médico Patrick Steptoe, tenta implantar embriões em mulheres, sem sucesso.

1972 - Realizado o primeiro ultra-som pélvico em mulher, identificando alterações do útero e do ovário. 

1975 - A dupla Edwards e Steptoe consegue a primeira gravidez. Mas ela é tubária e o feto tem de ser retirado na décima primeira semana.

1978, 25 de julho ? Nasce o primeiro bebê de proveta do mundo. O "bebê milagre" Louise Brown tornou-se o primeiro ser humano concebido fora do corpo humano. O fertililzação in vitro foi realizada pelos doutores Edwards e Steptoe. O parto acontece no Hospital Geral de Oldham, Inglaterra.

1978, 3 de outubro ? Nasce o segundo bebê de proveta do mundo - Kanuprya Agarwal - em Calcutá, na Índia. A equipe do médico e pesquisador Subhas Mukerji conseguiu a fertilização in vitro numa paciente que tinha as tubas uterinas danificadas. O anúncio do nascimento de "Durga" aconteceu 67 dias após o nascimento de Louise Brown.

O governo e a comunidade médica indianos não reconheceram o feito de Subhas Mukerji e ainda o impediram de divulgar o trabalho mundo afora. Frustrado, isolado, impedido de trabalhar, ele se suicidou em julho de 1981.

1979, 4 de janeiro ? Nasce, na Inglaterra, o primeiro menino de proveta do mundo ? Alastair MacDonald, cuja concepção in vitro também foi realizada pelos doutores Edwards e Steptoe.

1979 - O médico Robert Graham monta o The Repository for Germinal Choice, na Califórnia. A clínica só utilizava espermas de superdotados.

1981 - Nascimento do primeiro bebê de proveta australiano. Candice Reed (23/06/1980) (Dres, Alan Trounson, Ian Johnston, e Carl Wood).

1981 - Nascimento do primeiro bebê de proveta americano, Elizabeth J. Carr (28/12/1981) Dres. Howard e Georgianna Seegar Jones.

1981 - Nascimento dos primeiros gêmeos concebidos por fertilização in vitro, Stephen e Amanda Mays (EUA).

1983 - Nascimento dos primeiros trigêmeos concebidos por fertilização in vitro, em Adelaide, na Austrália.

1983 ? Primeira gravidez com ovodoação, na Austrália.

1984 ? Nasce o primeiro bebê de proveta brasileiro, Anna Paula Caldeira, em São José dos Pinhais, no Paraná. A fertilização foi realizada em ação conjunta pela médico paulista Milton Nakamura e a equipe do médico australiano Alan Trouson.

1984 - Primeira gravidez com embrião congelado, realizada na Austrália (Dr. Carl Wood).

1990 - Nascem os primeiros bebês, por fertilização in vitro, da Clínica e Centro de Pesquisa em Reprodução Humana Roger Abdelmassih, o casal de gêmeos Rebeca e Charbel Maklouf.

1992 - Desenvolvimento, na Bélgica, da técnica de Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóide (ICSI) ? que veio solucionar os problemas masculinos de infertilidade. A técnica ampliou significativamente as chances de fecundação e de gravidez. O Dr. Peter Nagy consultor da Clínica e Centro de Reprodução Humana Roger Abdelmassih participou da equipe de embriologistas que desenvolveram a técnica.

1993 - A técnica ICSI chega ao Brasil, trazida pelo Dr. Roger Abdelmassih.

1994 - Primeira gravidez por ICSI, no Brasil, obtida pela Clínica e Centro de Pesquisa em Reprodução Humana Roger Abdelmassih.

1995 - Primeira gravidez com espermatozóides retirados por MESA (aspiração microcirúrgica de espermatozóides do epidídimo) nos EUA pela equipe do Dr. Sherman Silber.

1995 - É criado o primeiro centro privado de pesquisas básicas em reprodução humana assistida, na clínica do Dr. Roger Abdelmassih, em São Paulo.

1996 ? Cientistas escoceses anunciam a clonagem do primeiro mamífero adulto - a ovelha Dolly.

1999 - É desenvolvido, nos Estados Unidos, o primeiro diagnóstico genético pré-implantacional - biopsia do embrião.

1999 ? Nasce o primeiro "neto de proveta" do mundo, filho de Natalie Brown, irmã de Louise Brown. O bebê foi concebido naturalmente.

2001, novembro, 25 ? Cientistas americanos fazem o primeiro clone de embrião humano. O objetivo da experiência foi o de criar uma fonte de células-tronco para fins terapêuticos.

2003 ? Morre a ovelha Dolly. Ela desenvolveu prematuramente doenças degenerativas como artrite e doença pulmonar progressiva. Pesquisadores descobriram que animais clonados desenvolvem anormalidades genéticas. Aos seis anos de idade, Dolly envelheceu duas vezes mais rápido do que o normal.

2005 - Dr. Roger Abdelmassih alcança a marca de 5 mil bebês nascidos por fertilização in vitro em sua clínica. O feito equipara a medicina reprodutiva brasileira aos melhores centros da especialidade no mundo.

2007 ? Médicos americanos anunciam o primeiro nascimento de um bebê concebido com óvulos maturados em laboratório, congelados, descongelados e depois fertilizados. O feito é uma esperança para as mulheres estenderem sua vida fértil.

2008 - 25 de julho comemoração dos 30 anos do primeiro bebê de proveta - Louise Brown

Postado por: Claudia Moraes

veja também