Médicos alertam sobre cuidados que devem anteceder os exercícios físicos

Médicos alertam sobre cuidados que devem anteceder os exercícios físicos

Atualizado: Sexta-feira, 21 Agosto de 2009 as 12

  Responsável por 430 mil mortes por ano, no Brasil, as doenças cardiovasculares, infarto e Acidente Vascular Cerebral (AVC), ocupam o primeiro lugar em causas de morte no País, segundo o Banco de dados do Sistema Único de Saúde (Datasus). O que significa 30% do total, seguidas pelo câncer (13%) e causas externas (9%). Por mês, o Instituto Professor José Frota (IJF) recebe 250 vítimas de AVC enquanto o Hospital Geral de Fortaleza (HGF) atende 160 pacientes com o mesmo problema.

Preocupados esses dados, o XV Congresso Cearense de Cardiologia e a Sociedade Cearense de Medicina de Urgência promoveram, ontem, na praça dos estressados, na Avenida Beira-Mar, uma prestação de serviços à população, ensinando aos que por ali passavam, os procedimentos que devem ser adotados nos primeiros socorros a uma pessoa com suspeita de parada cardíaca.

Para Rommel Araújo, diretor da Sociedade Cearense de Medicina de Urgência, é importante que a população, independente da profissão e idade, saiba identificar esses casos de emergência, pois a maior parte dos problemas cardiovasculares, acontece em lugares domésticos ou no trabalho.

''Nessa situação, cada minuto perdido faz a diferença entre a vida e a morte. E realizar, de forma correta, os primeiros socorros, enquanto se espera a ambulância, pode ser determinante para salvar uma vida'', ensina Araújo.

Alunos dos cursos de Medicina das universidades de Fortaleza (Unifor), Estadual do Ceará (Uece) e Federal do Ceará (UFC), foram os voluntários nessa realização. Com bonecos, travesseiros, panfletos explicativos e Desfibrilador Externo Automático, eles explicaram para atletas e transeuntes como reagir diante de uma vítima de parada cardíaca.

A presidente da Comissão Científica do Congresso, Ana Virgínia Rolim, alerta os que realizam atividades físicas ''principalmente os jovens devem ter o cuidado de fazer uma avaliação médica antes de praticar atividades físicas. Pessoas com hipertensão, diabetes, fumantes e obesos fazem parte do grupo de risco''.

veja também