Melhore seu organismo com a drenagem linfática

Melhore seu organismo com a drenagem linfática

Atualizado: Quarta-feira, 16 Abril de 2008 as 12

Criada na década de 1930, a drenagem linfática é um procedimento bastante eficaz na redução de edemas. O método, além de desintoxicar, melhora a nutrição dos tecidos e reduz a dor - em casos de retenção de líquidos.

O fisioterapeuta André Gomes destacou que o sistema linfático é uma segunda via de acesso do corpo humano para a passagem de líquidos do interstício (líquido entre os tecidos). "Suas funções são promover o retorno dos líquidos do interstício celular, desintoxicar o organismo e absorver lipídeos. Além dessas funções, também é responsável pela parte da defesa do organismo. O nome linfático se denomina pelo líquido que circula nele, a linfa. O sistema, além de promover o retorno dos líquidos dos interstícios, transporta também células mortas, organismos patogênicos (causadores de doenças ou infecções) e células malignas - no caso de câncer", explicou.

"O sistema linfático é diferente do sistema cardíaco, o qual possui bombeamento e com isso facilita a mobilidade do sangue. Já no sistema linfático é necessário movimentos para ajudar sua mobilidade com isso a drenagem linfática (um tipo de massagem) é muito eficaz. A ação fisiológica das manobras de drenagem visam melhorar a reabsorção de líquidos, eliminar a estase dos tecidos e de toxinas, gradativamente. Com isso, temos como efeitos benéficos a melhora de oxigenação, melhor defesa e ação antiinflamatória melhorando ainda na dinamização da cicatrização tecidual", relatou.

O fisioterapeuta também esclareceu que a ação fisiológica das manobras de evacuação e captação, presentes na drenagem linfática são de desentupir o sistema de vias presentes no sistema linfático, aumentando a absorção do liquido, eliminando as estases dos tecidos para redução de resíduos tóxicos.

"Como efeitos positivos, temos uma melhor oxigenação, maior defesa e melhor ação antiinflamatória, melhora do potencial reparador e melhor processo cicatricial. A drenagem linfática se aplica em linfedemas, lipedemas, fleboedemas, edemas pós operatório e pós traumáticos, edemas pré-menstruais, pré e pós cirurgia plástica e revitalização facial. Como algumas conta indicações temos insuficiência cardíaca descompensada, flebites, tromboses, tromboflebites e câncer", ressaltou.

Postado por: Claudia Moraes

veja também