Metodologia acelera recuperação de pacientes submetidos à rinoplastia

Metodologia acelera recuperação de pacientes submetidos à rinoplastia

Atualizado: Quinta-feira, 12 Agosto de 2010 as 9:49

Duas das principais preocupações dos pacientes que se submetem à rinoplastia - cirurgia plástica de nariz - são o inchaço e o tempo de recuperação, já que o paciente demora de 1 a 2 semanas para retornar à rotina normal, mas tem o inconveniente de chamar a atenção por onde vai tendo em vista a posição central do órgão na face.

Para tornar esse processo de recuperação mais rápido e menos doloroso, o Dr. Alan Landecker, Membro Titular e Especialista em Cirurgia Plástica pela SBCP - Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, passou a incluir a triancinolona, um potente antiinflamatório derivado da cortisona, no mix de substâncias que já costumam ser aplicadas localmente no nariz, chamado de infiltração, antes da cirurgia. "Esse coquetel é composto, normalmente, por soro fisiológico, anestésico local e adrenalina. Passamos a adicionar uma proporção pequena da triancinolona nessa mistura e verificamos a redução de cerca de 30% na intensidade do inchaço após a cirurgia nos procedimentos que tenho realizado, levando a uma importante aceleração na recuperação do paciente. Temos observado ainda uma diminuição significativa da dor e do rubor", esclarece o especialista.  

O médico explica que, na cirurgia de nariz, o paciente fica sob anestesia geral, já que o objetivo principal da infiltração é fazer uma vasoconstrição - os vasos que trazem sangue para o nariz são "fechados" para que o sangue seja desviado para outras áreas do corpo, procedimento que permite ao cirurgião trabalhar com mais conforto e com menos sangramento. "Com essa metodologia, ampliamos os benefícios do coquetel para o paciente. Mas, é preciso ter muito cuidado com a quantidade de triancinolona a ser usada, que deve ser muito pequena. Se for adicionada uma quantidade grande de antiinflamatório, pode levar ao afinamento da pele do nariz e à atrofia dos tecidos", ressalta.

Dr. Alan Landecker passou a usar essa substância nas rinoplastias que realiza no Brasil há cerca de um ano e meio. Essa inovação foi baseada numa apresentação proferida pelo médico turco Dr. Onur Erol, durante o Dallas Rhinoplasty Symposium (curso teórico-prático em cirurgia de nariz, realizado anualmente em Dallas, Texas – EUA), do qual é instrutor.

A recuperação após a rinoplastia

Segundo Dr. Alan Landecker, a recuperação de uma cirurgia de nariz acontece da seguinte forma: a pessoa tem um inchaço significativo até o terceiro dia. Esse inchaço vai diminuindo até o sétimo dia, quando são retirados os curativos. Em geral, uma grande melhora será notada após 1 a 2 semanas, quando o paciente poderá voltar ao trabalho. Depois de um mês da cirurgia, o inchaço é praticamente imperceptível às pessoas que convivem com o paciente. Mas, clinicamente, sabe-se que cerca de 80% do inchaço desaparece nos primeiros 90 a 120 dias, mas os 20% restantes demoram de 1 ano a 3 anos. "Por isso, a análise do resultado final da plástica no nariz requer paciência. É importante frisar ainda que o cirurgião plástico deverá acompanhar de perto a evolução do paciente após a cirurgia", finaliza o médico.

veja também