Mortes de recém-nascidos caem 25% em 9 anos em SP, diz governo

Mortes de recém-nascidos caem 25% em 9 anos em SP, diz governo

Atualizado: Sexta-feira, 18 Fevereiro de 2011 as 8:49

O estado de São Paulo registrou o menor índice de mortalidade perinatal da história, de acordo com dados da Secretaria de Saúde. O levantamento, que será detalhado nesta quinta-feira (17), foi apresentado com exclusividade pelo Bom Dia São Paulo.

Em 2000, o número de óbitos entre a 22ª semana de gestação até sete dias depois do parto era de 18,5 para cada mil nascidos, vivos ou mortos. Em 2009, o número caiu para 13,8 a cada mil: uma redução de 25%.

Por região, São José do Rio Preto liderou o índice de queda: quase 30%. A Grande São Paulo ficou em segundo lugar e a região de Bauru, em terceira no ranking. Jacareí, no Vale do Paraíba, foi uma das cidades onde a taxa mais caiu, cerca de 50%.

Os bons índices refletem um melhor preparo dos médicos que trabalham na prevenção e diagnóstico das doenças no estágio inicial da gravidez.

Outro fator que ajuda a explicar a queda na taxa da mortalidade é a preocupação cada vez maior das mamães com o pré natal. Mais de 75% das grávidas no estado fazem sete exames durante a gestação. Número superior ao recomendado pelo Ministério da Saúde que é de seis exames.

veja também