MT decreta alerta após 9 mil casos de dengue

MT decreta alerta após 9 mil casos de dengue

Atualizado: Quinta-feira, 4 Fevereiro de 2010 as 12

Depois de registrar 9.209 casos de dengue no mês de janeiro, a Secretaria Estadual da Saúde do Mato Grosso decretou nesta quart Depois de registrar 9.209 casos de dengue no mês de janeiro, a Secretaria Estadual da Saúde do Mato Grosso decretou nesta quarta-feira (3) estado de alerta para as ocorrências da doença em seus 141 municípios. De acordo com a pasta, o número representa um aumento de 728% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 1.399 casos. Do total de notificações deste ano, 264 foram de casos graves. Cinco pessoas morreram em janeiro e seis mortes estão sob investigação.

As mortes confirmadas são de moradores das cidades de Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop e Sorriso. No ano passado, quando o Estado enfrentou uma epidemia da doença, foram registrados ao todo 60 mil casos de dengue, com 1.405 casos graves e 52 mortes.

Segundo a secretaria, num sobrevoo de cerca de uma hora sobre alguns bairros da capital Cuiabá e de um município vizinho foi observada a falta de conscientização da população na prevenção da doença. A Justiça de Mato Grosso autorizou a vistoria nas casas abandonadas e convocou a Polícia Militar para cumprir a ordem judicial.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Augustinho Moro, durante o sobrevoo para identificar as áreas de risco "foram detectadas muitas caixas d'águas descobertas, tanto elevadas quanto no solo, lixos no fundo dos quintais e terrenos baldios com sacos plásticos e garrafas pets".

O supervisor geral do Programa de Combate a Dengue de Várzea Grande, Ivan Nilson Rondon, afirmou que, com o sobrevoo, foi possível "ver o município de forma geral e confirmar que o problema se concentra na cidade como um todo":

- Por isso é muito importante que se faça o combate e a conscientização da população o ano todo, e não apenas no período das chuvas.

De acordo com o secretário de saúde, o governo de Mato Grosso irá fortalecer o combate a dengue nos municípios com mais 300 bombas costais e nove caminhonetes para a Vigilância Sanitária no Estado.

veja também