NASA lança sondas para explorar interior da Lua

NASA lança sondas para explorar interior da Lua

Atualizado: Terça-feira, 13 Setembro de 2011 as 1:47

O homem pode não voltar à Lua tão cedo, mas vai continuar estudando nosso satélite natural. A NASA enviou no último dia 10 de setembro duas sondas para estudar sua estrutura interna. A ideia, segundo a agência espacial, é descobrir se uma segunda lua teria se chocado com essa há muito tempo.

As duas sondas, chamadas de GRAIL (Gravity Recovery and Interior Laboratory, Laboratório de Interior e Recuperação Gravitacional), chegarão à Lua em janeiro. Elas irão medir variações na gravidade lunar, que não é uniforme, devido à disposição de matéria no interior do satélite.

O campo gravitacional variável irá produzir diferenças na força gravitacional que vai atuar nas duas sondas, que ficarão na órbita da Lua. Isso vai fazer com que em alguns momentos estejam mais próximos ou mais longe um do outro. Medindo as distâncias entre as sondas, os astrônomos poderão produzir mapas da gravidade lunar pelo menos 100 vezes mais preciso que os atuais.

As variações desse mapa gravitacional poderão ajudar a entender a história da Lua. Por exemplo, uma das hipóteses que vai ser estudada é a de que a Terra teve mais um satélite no passado e ele teria se chocado com a Lua. Por isso, uma região dela seria bem mais fina do que o resto.

Além disso, o mapa poderia ajudar muito em missões futuras, sejam elas robóticas ou humanas, porque o campo gravitacional variável pode tirar as espaçonaves do curso. O GRAIL fará o mapa gravitacional mais completo de um corpo celeste. Temos uma sonda que faz o mapa gravitacional terrestre, que para evitar ser dragada por nossa atmosfera, tem que ficar muito distante da Terra, por isso, não é tão precisa.

veja também